Mãe e bebê de família morta soterrada em casa foram encontradas abraçadas em São Paulo

A mulher e a filha de apenas um ano que morreram dentro de casa após desmoronamento de terra, em Várzea Paulista(SP), foram achadas abraçadas pelos agentes que retiraram os corpos do local, segundo informou a prefeitura.

Além de Tatiane Aparecida dos Santos e sua bebê Tayane, o marido Ricardo Eugênio dos Santos, de 40 anos e os outros dois filhos, Nicole, de 10 anos; e Richard, de 12 anos, estavam no mesmo cômodo e morreram soterrados.

O desmoronamento foi registrado por volta das 6h de domingo (30), durante uma forte chuva no Jardim Promeca. Segundo os bombeiros, a lama invadiu a casa e destruiu móveis e objetos.

De acordo com a Defesa Civil, o quarto onde o casal e os três filhos dormiam ficou com quase dois metros de altura de lama e, conforme o boletim de ocorrência, foi o cômodo mais atingido da casa.

Ainda segundo a prefeitura, a família poderia permanecer no local porque a área não era considerada de risco. Contudo, com a grande quantidade de chuva, no curto período de tempo, a causa do deslizamento possa ser o temporal.

A Polícia Civil abriu um inquérito e irá analisar os laudos do Instituto Médico Legal e do Instituto de Criminalística. A linha de investigação é de acidente, sem culpados.

O enterro foi realizado na tarde desta segunda-feira, no Cemitério Municipal Nossa Senhora da Piedade, em Várzea Paulista.

Amigos, familiares e moradores de Várzea Paulista foram até velório de família morta — Foto: Arquivo Pessoal
Amigos, familiares e moradores de Várzea Paulista foram até velório de família morta — Foto: Arquivo Pessoal

Com informações do g1

 

você pode gostar também
..