-Publi-A-

Mais de 6 mil fizeram requerimento para receber benefício do seguro defeso no AM

ais de seis mil requerimentos já foram entregues por pescadores amazonenses para receber um auxílio do Governo Federal durante a época do Defeso, período que consiste na interrupção da pesca de certos tipos de peixes em rios do Amazonas. A restrição iniciou nesta quarta-feira (15) e vai até março de 2018, com o objetivo garantir a reprodução dos peixes na Bacia Amazônica.

Durante os quatro meses de restrição, os pescadores amazonenses estão proibidos de pescar algumas espécies de peixes.

Esse ano vai ser a primeira vez que os documentos serão digitalizados e a entrega está sendo feita pela internet. Segundo a Coordenadora Regional do Seguro Defeso, Ana Claudia Madeira, essa é uma maneira de evitar fraudes nos requerimentos.

“O primeiro passo é a gente verificar a situação das carteiras do pescador e em seguida a gente faz toda a verificação no sistema do INSS para ver se ele não tem nenhum impedimento em relação a vínculos empregatícios que impedem ele de receber o seguro Defeso”, disse.

Para receber o auxílio do governo, os pescadores precisam começar a entregar o requerimento para as cooperativas e associações que irão repassar ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

“Os documentos terão que ser um requerimento feito pelo próprio pescador, o pagamento da GPS, que é a Guia de Recolhimento da Previdência, que tem que estar em dia e também o seu cadastro e isso será de responsabilidade dos dirigentes das representações dos pescadores”, afirmou o gerente executivo do INSS, Raimundo Pereira.

A expectativa do INSS é de receber, até março de 2018, 77 mil requerimentos. Mais de seis mil já foram entregues e estão sendo analisados. Alguns pescadores já irão receber a primeira parcela em dezembro deste ano. O seguro é garantido apenas para quem possui a pesca como única fonte de renda.

Do g1

você pode gostar também