Manifestantes protestam em frente à casa de Bolsonaro no RJ

Centenas de ativistas marcharam e encontram-se em frente ao apartamento do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), localizado na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. O grupo Levante Popular da Juventude empunha faixas com frases como “Bolsonaro golpista” e gritando palavras de ordem contra o impeachment e a apologia ao coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, que chefiou o órgão de repressão da ditadura militar Doi-Codi de São Paulo de 1971 a 1974 e foi reconhecido, pela Justiça, como torturador durante a ditadura.

Os manifestantes cantavam: “Bom dia Bolsomonstro, como vai? Bom dia Bolsomonstro, como vai? Não aceito retrocesso, muito menos seu fascismo. Bom dia Bolsomonstro, como vai?”. Segundo o jornal ‘O globo’, os manifestantes encenaram o deputado vestido de Hitler com os seus “bolsominions”, que repetiam o que o Hitler falava (fora PT, fora Dilma e viva a ditadura).

“A ideia é fazer uma crítica às ações irresponsáveis e às ideias fascistas do deputado e mostrar que muitas vezes as pessoas repetem os outros sem pensar no que estão falando, como os bolsominions dessa intervenção teatral”, disse Breno Rodrigues, do Levante Popular da Juventude, um dos organizadores da manifestação.BBsbSqt.img

“O Bolsonaro representa tudo que vai contra a juventude pobre, negra e LGBT. De forma irresponsável, ele votou a favor do impeachment e elogiou um coronel responsável pela tortura de várias pessoas durante a ditadura. Não podemos deixar isso passar. É por isso que viemos protestar”, completa. Em resposta, a Mídia Ninja comentou no Facebook: “Não precisa fazer ameaça, nem ficar todo cagado de medo. Ninguém vai invadir sua “sagrada propriedade privada.” Nunca se esqueça que a rua é do povo e aqui ainda é uma democracia. É só gente de bem, relaxa”.

O deputado escreveu em seu perfil no Facebook: “Meu condomínio está cercado por simpatizantes do PT. Estão ameaçando invadi-lo! Espero que não cometam essa loucura!”. Em outra postagem, ele ameaça: “Minha propriedade privada é sagrada. Se um dia invadirem, NÃO SAIRÃO!”.

O mesmo grupo protestou em frente à casa de Michel Temer, em São Paulo, na quinta-feira e durou cerca de 30 minutos. Os jovens pintaram com tinta branca no asfalto a frase “QG do Golpe” e estenderam uma faixa com a inscrição “Temer Golpista”

Do Notícias ao Minuto

você pode gostar também