Marília Gabriela recusa convite para assumir Secretaria da Cultura do governo Temer

Jornalista declinou convite para ser secretária de Cultura

A jornalista, apresentadora e atriz Marília Gabriela recusou o convite do presidente interino Michel Temer (PSDB) para ocupar a Secretaria de Cultura, agora vinculada ao Ministério da Educação.

Segundo o site Glamurama, o convite foi levado à apresentadora pela senadora e ex-ministra da Cultura de Dilma, Marta Suplicy. Temer procura um nome feminino para integrar a pasta, após ser criticado pela ausência de mulheres e negros em cargos de seus ministérios.
A proposta teria sido feita no último sábado (14/5). A apresentadora não comentou o assunto. Em seu perfil no Instagram, diversos seguidores elogiaram a atitude dela. “Parabéns pela sua atitude de não se evolver na política, Sou mais fã do que eu era”, escreveu uma usuária da rede social. “Te admiro ainda mais por teres rejeitado o cargo politico”, comentou outra.
Novo programa
Afastada da TV desde dezembro passado, quando deixou o “Marília Gabriela Entrevista”, no GNT, depois de 20 anos no canal, a apresentadora se prepara para estrear a nova versão do “TV Mulher”, no Canal Viva.
De acordo com a Folha de S.Paulo, a emissora define, aos poucos, os colaboradores do programa. Até o momento, estão confirmadas a participação da sexóloga Regina Navarro Lins, do estilista Ronaldo Fraga e do ator Theodoro Cochrane, filho de Gabi.
Do Portal Imprensa
você pode gostar também