-Publi-A-

Marujada de Guerra confia em Babá Tupinambá para assumir o Boi Caprichoso

Foto: Katiúscia Ferreira

Sócios e marujeiros selaram compromisso de votar na chapa “Unidos Somos Mais Fortes”

Em um encontro de várias gerações do item coletivo que se dedica de corpo e alma ao Boi Caprichoso, a maioria dos componentes da Marujada de Guerra reconheceu Babá Tupinambá como o único candidato à presidência a conhecer cada setor do bumbá das cores azul e branco. Desta vez, a reunião da chapa “Unidos Somos Mais Fortes” se concentrou na Rua Gomes de Castro, em frente ao Curral Zeca Xibelão, na noite de quinta-feira, 25.

Com 49 anos de história na Marujada de Guerra, o sócio Raimundo Fernandes Rodrigues, conhecido como Bacuri, se sentiu honrado em fazer parte da composição da mesa e exaltou as qualidades do candidato a presidente. “O Babá é um caboclo pé no chão. Estamos na luta com você e em 2017 estarei na Marujada consertando baquetas. Tenho certeza que ele vai fazer um trabalho muito bom”, declarou.

A ex-integrante da Marujada de Guerra, sócia Nilciara Barbosa, acredita que a gestão de Babá será transparente, de boa qualidade. “As melhores reivindicações saem dessas reuniões. São anos daqui para frente em que o Caprichoso terá uma das maiores administrações já vista. O Babá vem para mudar a história do boi-bumbá para melhor. Os marujeiros estão felizes por estarem aqui ao lado do futuro presidente”, afirmou.

Outro sócio a se manifestar foi Lázaro Costa de Oliveira, que se afastou da Marujada da Guerra há dois anos e hoje participa da Vaqueirada do Boi Caprichoso. Ele fez questão de citar a palavra amizade, o que define o sentimento dos componentes do item coletivo. Falou isso ao sentar na mesa com seu amigo de longas datas, Babá Tupinambá, com o ex-coordenador da Marujada de Guerra, Flávio Lima, o Vela. “Quando teve a mudança de diretoria, houve saída do Vela. Amizade é pra vida toda. O Babá é a pessoa certa para ser o presidente. Quem é Caprichoso, veste a camisa, tem que participar, brincar”, desabafou.

O também ex-marujeiro Plínio Noronha nunca havia declarado apoio a nenhum candidato antes nas eleições anteriores do Boi Caprichoso e, por conhecer o candidato, abraçou a causa de Babá Tupinambá. “É a pessoal ideal para assumir nosso boi”, enfatizou. Flávio Lima, o Vela, comandou a Marujada de Guerra por mais de três décadas e foi afastado do item nos últimos anos.

Vela frisou o compromisso selado dos marujeiros com Babá. “Você tem base e um vasto conhecimento no Caprichoso. Hoje, isso é reconhecimento de que querem você para fazer um boi forte”, enumerou. O membro do Conselho de Artes, Ericky Nakanome, pediu a Babá que a próxima diretoria do Caprichoso tenha mais respeito e faça investimentos nos itens coletivos como Marujada e Vaqueirada, ao lembras das dificuldades em 2016.

A professora Clotilde Valente declarou que quase 100% de sua família vota na chapa de Babá e Jender. “Acreditamos no projeto que ele [Babá] nos apresentou. Os sócios estão desprestigiados e queremos valorização para todos. O nosso adversário não é torcedor do Caprichoso, é aquele lá da baixa. Eu tiro o chapéu para essa dupla [Babá e Jender] pela coragem de enfrentar as dificuldades e que isso é um grande desafio a ser superado”, opinou a sócia.

você pode gostar também