Médico amazonense morre em avião a caminho de lua de mel nas Ilhas Maldivas

O médico oncologista Glauto Tuquarre, de 49 anos, morreu em um avião, quando viajava para a lua de mel com a esposa, na madrugada desta segunda-feira (25). O avião partiu do Brasil com destino às Maldivas no domingo (24). A suspeita, segundo familiares, é que ele tenha sofrido um infarto.

Glauto e a esposa, a publicitária Lícia Dutra Tuquarre, se casaram no sábado (23), em Teresina (PI). Os dois estavam dentro do avião quando Glauto começou a passar mal. Ele recebeu assistência de médicos que estavam a bordo, mas não resistiu.

O avião pousou em Doha, capital do Catar, por volta das 10h20, horário de Brasília, para uma conexão que já estava prevista para o voo.

Familiares e amigos piauienses se mobilizam para ajudar a esposa a trazer o corpo de Doha para o Brasil.Ainda não há detalhes de quando essa transferência deve acontecer.

Quem era Glauto

 

Nascido no Amazonas, o médico formado pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), Glauto Tuquarre era especializado em oncologia. Ele tinha mestrado em câncer de intestino e era doutorando em recidiva do câncer de mama (retorno da doença após o paciente ser considerado curado).

Considerado um profissional experiente, Glauto atuou em Roraima e no Maranhão, onde também foi professor da Universidade Estadual, além do Piauí. Em Teresina, o médico era sócio de uma clínica e também já lecionou em faculdades de medicina da cidade.

 

Com informações do g1

você pode gostar também
..