Membro do S.O.S Mata Atlântica reclama da falta de saneamento e ruas sujas em Parintins

Mário Mantovani (na foto com o microfone) do SOS Mata-Atlântica afirma que todas as nascentes dos rios do Brasil estão desprotegidas”.

Durante o Festival Folclórico, Parintins sediou a conferência Water Summit 2017 em preparação a Fórum Mundial da Água.

Da Redação | 24 horas

[email protected]

Parintins (AM) – O lixo nas ruas, a falta de saneamento básico em Parintins são preocupações que estão nas discussões das pautas para o 8º Fórum Mundial da Água que será realizado em 2018. O integrante da Fundação S.O.S Mata Atlântica, Mário Mantovani, citou os problemas da Ilha Tupinambarana durante o Water Summit 2017, a conferência organizada pela Coca-Cola Brasil e pelo CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável), para discutir e dialogar sobre as ideias que serão levadas ao Fórum Mundial da Água.

Parte do texto publicado no site hypeness hospedado no portal Terra diz o seguinte: “Na Amazônia é onde está a maior quantidade de água doce do país, mas é o lugar que tem menos tratamento. Em Parintins, a segunda maior cidade do Amazonas, se vê lixo nas ruas e esgoto a céu aberto, o que revela a falta de saneamento básico tão necessário para a saúde das pessoas e preservação do meio ambiente. Mário Mantovani (na foto com o microfone) do SOS Mata-Atlântica estava lá e afirmou que todas as nascentes dos rios do Brasil estão desprotegidas”.

O texto continua abrindo questionamentos: Teremos água para todos? Teremos água para sempre? De acordo com a publicação o Fórum Mundial da Água pela primeiríssima vez será realizado no Brasil e deve receber em torno de 40.000 pessoas de todo o mundo.

O site convidado pela Coca-Cola, para vir ao terra dos bumbás, encerra exaltando o Festival de Parintins e apresentação dos bois Caprichoso e Garantido. “Tudo isso acontecendo é de cortar o coração. E é possível ficar ainda mais impressionado quando se assiste de perto o que Parintins (com toda essa questão do saneamento) consegue produzir. O Festival Folclórico é simplesmente fenomenal”.

Para ler a matéria na íntegra abra o link abaixo

http://www.hypeness.com.br/2017/07/fomos-conhecer-o-festival-de-parintins-e-refletir-sobre-o-futuro-da-agua-no-planeta/

você pode gostar também