-Publi-A-

Menor tenta contra vida de outro por causa de papagaio de papel em Parintins

O estudante Rafael Brandão Monteiro, 13 anos, foi alvejado com um tiro de arma caseira no braço esquerdo, próximo do ombro, disparado por um garoto de 12 anos, após uma discussão entre os dois por causa de um papagaio de papel.

De acordo com a Polícia Militar, o fato aconteceu na tarde deste sábado, 06, por volta de 15h, na invasão do Castanhal, próximo a Igreja da Sagrada Família, no bairro União, em Parintins (município distante 369 km de Manaus).

A vítima foi conduzida ao Hospital Padre Colombo, e em seguida encaminhada para o Hospital Jofre Cohen. “Meu filho recebeu alta por volta de 19h. O médico plantonista do Jofre Cohen o atendeu e informou que o estado de saúde dele não é grave. O Rafael foi medicado, mas não retiraram a bala. O médico disse que não era necessário, pois garantiu que ela vai sair com o tempo”, relata o pai da vítima, Raimundo Glória Xavier Monteiro, 41 anos.

Raimundo estava no trabalho quando o filho sofreu o tiro. “Quando fiquei sabendo ele já tinha chegado ao hospital. Meu filho contou que o acusado, após brigar com ele, saiu do local e no retorno já veio com arma caseira e realizou o disparo. Alguns colegas do Rafael agrediram o menino que atirou, com raiva pelo o que ele tinha feito. Só isso que sei no momento, amanhã vou na delegacia para saber quais providencias serão tomadas”, ressalta Raimundo.

A polícia apreendeu o garoto de 12 anos, acusado de tentativa de homicídio. Após receber atendimento médico, ele foi apresentado na 3ª Delegacia Interativa de Polícia (3ª Dip), e depois de prestar depoimento foi liberado e vai responder pelo ato infracional. Os pais dele também poderão ser responsabilizados.

O delegado Bruno Fraga, titular da 3ª Dip, vai investigar o caso. Mais detalhes amanhã.

Do Gazeta Parintins

você pode gostar também