Ministro do TSE diz em Manaus: contratar “fakes” dá cadeia

Foto: BNC

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Henrique Neves, disse nesta tarde de segunda-feira, dia 15, em Manaus, que é crime contratar alguém para falar mal de outra pessoa nas redes sociais ou qualquer outro meio na internet.

E por esse crime, tanto o autor dos posts como quem o contratou podem ser condenados na Justiça. A pena pode ser de até 5 anos de prisão para o contratante do serviço, e de 1 ano para quem postou.

Para Neves, mídias como o Facebook hoje não tem mais controle. “Você posta uma coisa, seus amigos aparecem e dão uma curtida, aquilo ali gera outra página e em vinte e quatro horas uma foto (da Carta Capital) gerou número de visualizações muito superior à tiragem dos principais jornais do país somados”.

A fala do ministro foi em resposta a pergunta feita por juíza durante palestra no curso de Direito Eleitoral que a Escola Superior da Magistratura do Amazonas (Esmam) realiza em Manaus desde de ontem.

Foto e texto: BNC

você pode gostar também