Mister Amazonas Tur é morto ao reagir a assalto.

Familiares e amigos do personal trainer e fisiculturista Rosivaldo Miranda Diniz, 23, participam do velório dele durante a noite desta terça-feira (5). Vencedor do concurso Mister Amazonas Tur 2015, ele morreu baleado com três tiros após reagir a um assalto a uma loja de material para ciclistas, localizada na Avenida Comendador Clementino, no Centro de Manaus. O corpo dele será levado para a cidade de Santarém, no interior do Pará, nesta quarta-feira (6) para ser enterrado ao lado do jazigo do pai.

O velório acontece na casa da tia do fisiculturista, Oreide Diniz da Silva, de 57 anos, localizada na Rua Rubens Braga, no bairro União, zona centro-sul de Manaus. Ela revelou que a escolha do enterro partiu de um desejo do próprio Rosivaldo. “Quando o pai morreu há três anos, ele disse que desejava ser enterrado ao lado dele. Isso independeria se a morte viesse a acontecer em Manaus como, infelizmente, ocorreu”, lamenta.

Segundo Oreide, o sobrinho estava retornando à loja onde o crime aconteceu. “Ele havia ido lá uma vez para trocar uma peça da moto dele. Nesta terça, o Rosivaldo voltou porque ainda estava com problema e tudo aconteceu”, afirmou.

Amigo do Mister Amazonas Tur e colega de profissão, o universitário Neto César, de 25 anos, declarou que estava treinando há uma semana com Rosivaldo para o Campeonato Brasileiro da categoria. “O Júnior vivia para o fisiculturismo . Muito dedicado aos treinamentos. Ainda não consigo entender; não acredito que seja verdade”, declarou.

Entenda o caso

O personal trainer e fisiculturista Rosivaldo Miranda Diniz, 23, mais conhecido como ‘Junior Diniz’, Mister Amazonas Tur 2015, foi morto com três tiros, na manhã desta terça durante assalto a uma loja localizada na Avenida Comendador Clementino, no Centro de Manaus. Kaio Victor de Souza Santos, 19, foi preso em flagrante pelo crime, após ser espancado pela população.

Antes da prisão, segundo informou o soldado da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Macário Cruz, o suspeito chegou a render uma mulher de 30 anos e a efetuar vários disparos durante a tentativa de fuga.

Conforme o soldado, Kaio e mais um homem, que fugiu sem ser identificado pela polícia, assaltaram a loja por volta das 9h50 de ontem. A ação rendeu R$ 500 aos suspeitos. Na hora da fuga, Kaio tentou roubar a motocicleta de ‘Junior Diniz’, que reagiu e acabou sendo baleado.  Ele havia comprado um acessório na loja para a moto e estava do lado de fora do estabelecimento, fazendo a instalação do item quando foi abordado.

Depois de ter baleado ‘Junior Diniz’, ainda de acordo com o soldado, Kaio saiu correndo e, quando chegou à Avenida Airão, efetuou dois disparos em direção a um Celta preto, dirigido por uma mulher, que não teve o nome divulgado, para parar o carro e rendê-la. “Ele entrou no carro e obrigou a mulher dirigir para ele.  Mas, como o trânsito estava parado, ele desceu do carro e continuou a fuga a pé”, disse o policial.

De acordo com o aspirante a tenente Tizatto da 24ª Cicom, quando estava tentando fugir, já na Avenida Álvaro Maia, Kaio foi detido por moradores do local e acabou sendo espancado. “Quando os policiais da 24ª Cicom chegaram, resgataram Kaio, o prenderam e o levaram ao 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi constatado que ele havia sido baleado com um tiro na perna esquerda”.

O suspeito foi levado ao Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) do São Raimundo. Com ele, foi encontrado um revólver, calibre 38, com seis munições deflagradas e o dinheiro roubado da loja. De acordo com o soldado Macário Cruz, após procedimentos médicos, ele foi encaminhado ao 24º DIP por suspeita de latrocínio, roubo, sequestro e disparo de arma de fogo em via pública.  ‘Junior Diniz’ foi baleado na cabeça, peito e braço.

Fonte: d24

você pode gostar também