Momento histórico: Caprichoso e Garantido se apresentam no Bumbódromo com arquibancadas vazias

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

Parintins (AM) – Com as arquibancadas vazias, assim o Boi Caprichoso iniciou sua apresentação na “Parintins Live, apresentando o tema desse ano “Terra: Nosso corpo, nosso espírito”, diretamente do Bumbódromo, em Parintins, na noite deste sábado (27). O evento promovido pelo Governo do Amazonas foi uma transmissão simbólica do Festival que seria realizado nos dias 26, 27 e 28 de junho. A festa está adiada por tempo indeterminado devido a pandemia do novo coronavírus. A transmissão foi feita pela TV A Crítica, no canal 12 da TV aberta e no canal do Youtube da emissora.

O touro negro iniciou o espetáculo com o apresentador Edmundo Oran surgindo na arquibancada sem a presença do item número 19, galera. Em seguida foi evoluindo na arena com o levantador de toadas David Assayag; com alguns módulos alegóricos; amo do Boi, Prince, vaqueirada; Marujada de Guerra e o Boi Caprichoso ao comando do tripa Alexandre Azevedo.

Em seguida foi a vez da sinhazinha da fazenda Valetina Cid brincar com o boi da estrela, vindo num módulo alegórico em formato de balão. Depois o pajé Erick Beltrão juntamente com a tribo fez a sua participação. O boi também levou para a arena os tuxauas, a porta-estandarte Marcela Marialva vindo sobre um módulo alegórico de uma onça, tribos indígenas, cunhã-poranga Marciele Albuquerque, a rainha do folclore Cleise Simas, a banda e os dançarinos.

O presidente do Caprichoso, Jender Lobato, disse que ficou emocionado de conseguir fazer um espetáculo passando por muitas dificuldades, respeitando as recomendações dos órgãos de saúde, levando para a nação azul e branca, que não pôde estar presente, um boi grandioso. “Eu tenho certeza que as vidas que se foram elas não podem mais voltar, mas nós que estamos aqui na terra, podemos promover grandes espetáculos com muita responsabilidade, com muita segurança e com muito amor pelo nosso Boi Caprichoso”, disse Jender com lágrimas nos olhos.

Lobato afirma ainda que tem esperança de chegar o fim da pandemia e futuramente o Festival de Parintins poder ser realizado com a presença em massa dos torcedores.

Por outro lado o Boi Garantido iniciou sua apresentação fazendo um minuto de silêncio para prestar condolências às vidas perdidas pelo novo coronavírus.

Em seguida o apresentador, Israel Paulain, iniciou apresentando o tema do bumbá 2020 “Somos o povo da floresta”. Emocionado e sentado na arena, cantou uma toada com um coral formado pelo público vermelho e branco que se encontrava no local. Após finalizar o canto à capela, Israel fez sua tradicional contagem para o rufar do tambor.

O boi também se apresentou com os demais itens: levantador de toadas Sebastião Júnior; pajé Adriano Paketá, porta-estandarte Edilene Tavares; amo do Boi, Gaspar Medeiros; rainha do folclore Brenda Beltrão; sinhazinha da fazenda Djidja Cardoso; Boi Garantido que ganhou vida com o tripa Denildo Piçanã; Batucada, dançarinos e banda.

O presidente do Boi Garantido, Fábio Cardoso, destacou que a live não substituiu o Festival e ressaltou a união das duas agremiações para a realização do evento. “É extremamente necessário a união. A disputa irá ficar para outra oportunidade e quando tiver a disputa vamos disputar de igual para igual, vai fazer o melhor sempre. E agora é o momento da gente refletir, de buscar união, de tentar somar para que possamos juntos realizar esse tão sonhado festival que apaixona milhares de pessoas”, pontuou.

Durante a transmissão as pessoas puderam fazer doações em dinheiro através do QR Code que serão destinados aos artistas, costureiras, soldadores e demais setores dos bois que estão em situação de vulnerabilidade por conta da pandemia.

A live simbólica do festival foi promovida seguindo as recomendações dos órgãos de saúde.

você pode gostar também