Moradores da ocupação do Pascoal Allágio são qualificados no cultivo de hortaliças pelo Cetam e Sempa

Em sequência ao Programa Quintais Produtivos da Secretaria Municipal de Pecuária, Agricultura e Abastecimento (Sempa) em 2022, o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) atendeu horticultores urbanos que já exercem atividade de plantio, a maioria para o consumo próprio, na Ocupação do Pascoal Allágio. O curso de olericultura teve a participação de 13 moradores da área de expansão urbana, com aulas teóricas realizadas no Auditório Elias Assayag, no Parque de Exposição Luiz Lourenço de Souza.

Mostruários de adubos, de sementes, ferramentas utilizadas nos tratos culturais, construção de compostor caseiro, visitas às hortas de dois produtores e atividades práticas sobre o cultivo de hortaliças foram demonstrados pela instrutora, a engenheira agrônoma Wanderléia Ribeiro. O secretário de produção rural, Tião Teixeira, a gerente acadêmica do Cetam, Francy Lima, e o presidente da Associação dos Pecuaristas de Parintins (APP), Telo Pinto, fizeram o encerramento do curso de Formação Inicial e Continuidade (FIC).

A Coordenação de Produção Vegetal da Sempa e a Associação de Moradores Unidos por Uma Moradia Melhor (Amuum) firmaram parceria para a qualificação profissional chegar à ocupação, com objetivo de estimular as famílias na comercialização de hortaliças. “Temos moradores que trabalham, mas só que eles não tinham conhecimento e fizemos aulas práticas. Os que já têm a atividade puderam aprender muito mais e saber trabalhar com adubo orgânico”, disse Maria Dioclene Guimarães, tesoureira da associação da ocupação.

O cultivo de hortaliças em sete balcões representa a única fonte de renda da família de Valdenora Paes Teixeira, que solicitou apoio de fomento para investimentos na ampliação da produção. “O que eu e meu marido temos ainda não é o suficiente para manter a casa. Eu quero envolver meus filhos, futuramente, para ter o mesmo crescimento nosso. Aqueles que buscam conhecimentos têm um futuro melhor. Precisamos de estrutura para cobrir os balcões no tempo das chuvas. Nós vivemos só da agricultura mesmo”, contou.

Silvana de Cássia da Silva teve a oportunidade de aprimorar os conhecimentos com as técnicas de compostagem para manter o plantio de couve, cheiro verde e banana. “A nossa instrutora foi excelente. Muitas vezes, eu não sabia como cultivar. O que aprendi aqui vou aplicar no meu canteiro. A ainda levo para casa sementes que ganhamos no término do curso. Ter um certificado desse aqui na cidade é muito importante, porque abre portas de trabalho e podemos fornecer nossos produtos para as lanchonetes”, destacou.

A engenheira agrônoma Wanderléia Ribeiro afirmou que a meta do Cetam e Sempa é levar conhecimento aos moradores por meio do Programa Quintais Produtivos. “A ocupação do Pascoal Allágio foi beneficiada. A ideia principal é que sejam capazes de produzir nos quintais e tenham uma geração de renda”, pontuou. Com o curso via Acordo de Cooperação Técnica da Prefeitura de Parintins com o Cetam, a Sempa cumpre o plano de metas de 2022 para a capacitação de produtores rurais.

você pode gostar também
..