Mulher é presa em Parintins acusada de Tráfico de pessoas

Parintins (AM) –  A Polícia Civil de Parintins e o Conselho Tutelar, prenderam na tarde desta quinta-feira (22), Carla Braga, 27, natural do Espírito Santo, acusada do crime de tráfico de pessoas.

A acusada, que atualmente mora em Búzios/RJ, veio para Parintins para adotar ilegalmente uma criança recém nascida, quem tem como mãe biológica Natália Cristina Silva da Silva, 19 anos

A criança nasceu dia 21/12/2016, no hospital Jofre Cohen. Durante a retirada da Certidão de Nascido Vivo – CNV, Carla fraudou seu documento de identidade para retirada da Certidão. Ela contou a polícia que colou uma foto de Natália em sua carteira de identidade – RG, para que a criança saísse registrada em seu nome, dando o parto como seu.

Com a certidão de nascido vivo atestando que o filho era seu, a acusada pretendia registrar a criança e levá-la para o Rio de Janeiro.

Ela relatou a polícia que conheceu Natália Cristina, mãe biológica do recém nascido, em uma rede social, e que por meio desta tramaram a adoção ilegal.

A mãe biológica alegou a falta de recursos financeiros, como fator gerador que motivou a adoção ilegal.

Conforme destacou o delegado interino do 3° DIP Parintins, Dr. Humberto Henrique, a acusada será presa em flagrante delito pela prática dos crimes previstos nos art 149-A e 242 do CPB.

você pode gostar também