-Publi-A-

“Não se pode incentivar a máfia dos invasores de terras”, diz Bispo de Parintins

O Bispo da Diocese de Parintins, Dom Giuliano Frigenni, chegou a chamar de mafiosos os lideres da invasão. Foto: Luiz Outen.

Invasão de Terras – O bispo da Diocese de Parintins, dom Giuliano Frigeni, em entrevista ao Jornal da Clube, nesta manhã, afirmou que não se pode incentivar a máfia de invasores de terras no município. O pastor da igreja católica condenou políticos e “lideranças” que se aproveitam da necessidade das pessoas para instiga-las a invadir terra alheia. “Não podemos deixar que as pessoas manipulem os outros, se aproveitando de suas necessidades. Mas tem bandido que faz de propósito”, afirmou.

Dívida – Pela segunda eleição consecutiva teve candidato que contratou equipe para atuar na divulgação de seu nome e de suas ações, e não pagou os profissionais.

No rádio – O prefeito eleito de Parintins Bi Garcia (PSDB) e a segunda colocada Márcia Baranda (PMDB) se articulam para voltar ao rádio a partir de janeiro. Bi, com a máquina da prefeitura na mão deve montar programa institucional em cadeia de rádio. Márcia, quer retomar o “caldeirada”.

No rádio II – Quem também ficará mais forte nas mídias tradicionais é o advogado Juscelino Melo Manso (PSB). Comandante do programa sou mais Parintins, ele também está no rádio e firmando parcerias com profissionais bastante conhecidos na mídia local para produção dos produtos audiovisuais.

Na onda – O vereador Rai Cardoso, o Cabeça, (PMDB) é um político que não perde o rebolado. Mesmo tendo votação pífia, se mantém com pinta de vereador reeleito.

Contas aprovadas – O projeto do esgoto sanitário que perfurou a maioria das ruas de Parintins e interligou casas à tubulação que até hoje causa dor de cabeça aos moradores de alguns bairros da ilha Tupinambarana teve as contas julgadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) da gestão do ex-prefeito Enéas Gonçalves. As contas foram aprovadas com ressalva. De acordo com o ex-gestor do município foram liberados R$ 2 milhões para a obra na gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, mas o restante não foi liberado no inicio d mandato do ex-presidente.

Contatos com a coluna

E-mail – [email protected]

Whatsaap – (092) 99173-9585

Facebook – www.facebook.com/parintins24hs

Twitter – @Parintins24hs

Instagram – @parintins_24hs

você pode gostar também