-Publi-A-

Neymar se diz perplexo e chama empresa acusadora de gananciosa

Ao Uol, os representantes do jogador disseram que o craque tem o “sagrado direito” de escolher onde quer trabalhar, independentemente da condição oferecida.

“Ou seja, como afirmado pelo advogado especialista, a escravidão acabou. Pensar em qualquer solução diferente é jogar no lixo todos os direitos e garantias fundamentais conquistados em um Estado Democrático de Direito, seja no Brasil, seja na Espanha. Felizmente, sentimento não compartilhado pelo ganancioso Grupo DIS, o atleta da seleção brasileira Neymar Jr. não será preso”, diz comunicado enviado ao portal.

você pode gostar também