Ninfoplastia x Vaginoplastia: saiba as diferenças de cada procedimento

As cirurgias íntimas ganharam o mercado por diversos fatores, podendo contribuir para a saúde e bem-estar mental da mulher.  

Como resultado, e com as possibilidades crescendo, surge a dúvida do que exatamente cada uma significa.  

Então, descubra agora o que é a ninfoplastia e a vaginoplastia e fique a par da diferença de cada uma delas. 

 Preparada? 

Figura 1 Photo by Antonio Caperna on Pinterest

Ninfoplastia – O que é e para que serve  

Para começar esse post, nada melhor que definir exatamente o que é a cada um dos procedimentos.  

ninfoplastia também é chamada de labioplastia e tem como área de atuação dos lábios vaginais.  

Essa cirurgia íntima é bastante rápida, já que o procedimento dura em torno de uma hora e o mais comum é apenas uma noite de internação, para observação.  

E para que serve?  

Em suma, a ninfoplastia serve para “consertar” os lábios, alterando o tamanho do mesmo quando a mulher tem algum tipo de desconforto ou dilema devido a isso.  

Na maior parte dos casos, o procedimento é realizado quando os pequenos lábios, que são aqueles mais internos, são maiores que os lábios externos.  

Sendo assim, visualmente, o órgão genital pode parecer mais aberto ou mesmo incomodar em algumas peças de roupas íntimas ou até durante o ato sexual.  

Como o procedimento é realizado  

ninfoplastia utiliza-se de anestesia local e pode ou não envolver a sedação da paciente.  

Durante o procedimento, considerado estético, o profissional faz pequenos cortes na região dos lábios vaginais e finaliza costurando as bordas, para eliminar qualquer tipo de cicatriz.  

Como a costura é feita com material absorvível pelo corpo, não é preciso fazer a retirada dos pontos.  

Ainda assim, existem casos raros em que os pontos comuns podem ser necessários, variando de acordo com cada paciente.  

Pós-operatório  

Figura 2 Photo by Victor Hughes on Unsplash

Ainda que a ninfoplastia seja considerada uma cirurgia simples, é possível que você se sinta desconfortável durante alguns dias. 

Por isso, o recomendável é ficar de repouso pôr em torno de dez dias após a cirurgia íntima. 

Já para voltar as atividades comuns, como o trabalho, a dica é aguardar em torno de quinze dias e 40-45 dias para a prática sexual e exercícios.  

Ainda no pós-operatório, a recomendação médica é ficar deitada, evitando sentar-se, e manter as pernas um pouco mais elevadas e abertas, para a redução do inchaço, dores e para melhorar a circulação.  

É possível notar alguns hematomas, vermelhidão e inchaço na região, que vão sumindo aos poucos.  

Na maior parte dos casos, a recomendação é faze sessões de drenagem linfática para auxiliar na redução do inchaço e cicatrização.  

A recuperação total pode variar de 20-40 dias, até a recuperação completa, que se dá após seis meses.  

 Cuidados básicos  

Para evitar qualquer tipo de problema, os cuidados após o procedimento envolvem deixar a região seca e limpa bem como utilizar compressas frias nos primeiros dias.  

Além do mais, é ideal lavar sempre com água fria após as necessidades e utilizar as pomadas recomendadas pelo médico. 

 Vaginoplastia – O que é e para que serve  

vaginoplastia é um procedimento bastante diferente do que foi citado anteriormente.  

Para ficar fácil de entender, essa cirurgia intima funciona como um tipo de reconstituição da anatomia do órgão genital, que é chamado de vulvo-vaginal.  

Justamente por isso, a vaginoplastia é mais procurada quando a mulher sofre algum tipo de evento traumático que danifica a região externa do órgão.   

Frequentemente, o procedimento é feito após o parto normal, principalmente quando o bebê nasce muito grande ou quando o parto dura muitas horas.  

Entretanto, a prática também é uma opção para mulheres que sofreram algum tipo de trauma sexual ou acidentes onde a região íntima foi afetada.   

Vale ressaltar ainda que existe a chamada vaginoplastia de criação de uma faixa vaginal.   

Nesse caso, o procedimento é reconstrutivo e para homens que buscam uma identificação entre corpo e mente, como as adequações de gênero.   

Como o procedimento é realizado  

vaginoplatia, geralmente, é considerada como uma cirurgia funcional e não puramente estética, sendo esse mais comum no procedimento de ninfoplastia  

Afinal, o procedimento pode ser realizado, inclusive, para tratar o problema de bexiga-caída, comum em homens e após o parto ou mesmo quando há uma curvatura peniana que causa dores.   

Em todo caso, o prodecimento pode envolver pequenos cortes, suturas, realinhamento de nervos e outros. De acordo com a necessidade de cada paciente.  

Pós-operatório 

Figura 4 Photo by umCOMO on Pinterest

A cirurgia de vaginoplastia pode envolver a anestesia local ou peridural, bem como sedação, variando de acordo com o objetivo e foco de cada cirurgia íntima.  

Geralmente, a internação é de 24 horas e é recomendado o uso de remédios para dor.   

Alguns hematomas são bastante comuns e podem aparecer logo após a cirurgia ou até três dias depois, assim como algum inchaço ou desconforto.   

Geralmente, a recomendação é ficar de repouso por, em média, seis dias e, no mínio, oito semanas sem nenhuma atividade sexual.    

Cuidados básicos  

Além do repouso e de evitar ficar em posições desconfortáveis, os cuidados básicos podem envolver o uso de compressas geladas na região, uso de roupas soltas e manter a área limpa e seca.   

Também pode ser necessário fazer a higienização do local ao urinar e defecar, com o uso de água fria.   

Porque fazer a cirurgia íntima?  

De acordo com dados recentes, cresceu drasticamente o número de mulheres que buscam por uma cirurgia íntima nos últimos dois anos.  

Na maior parte dos casos, essa procura é totalmente estética e tem impacto direto na autoestima, autoconfiança e na vida sexual da mulher.   

É importante que você procure um profissional especializado e realmente capacitado, evitando qualquer tipo de erro.  

Ao mesmo tempo, discuta suas motivações com um terapeuta para entender melhor a si mesmo e o que esperar após a cirurgia.  

Figura 5 Photo by Pliroforiodotis.gr on Pinterest

Conclusão 

A ninfoplastia e vaginoplastia são procedimentos bastante diferentes, mas que impactam a vida da mulher em diversos aspectos.  

Então, se você está infeliz ou tem alguma dúvida, converse com um cirurgião qualificado e discuta o seu caso.  

Ainda ficou com alguma dúvida sobre a cirurgia íntima? Comenta aqui embaixo para que eu possa lhe ajudar ou ajude outras mulheres compartilhando a sua experiência.

você pode gostar também