-Publi-A-

Novo balanço: Mais de 100 feridos, número de mortos poderá subir

Governo catalão faz um novo balanço sobre o atentado ocorrido esta quinta-feira em Barcelona.

Joaquim Forn, conselheiro do Interior do Governo Autônomo da Catalunha, fez uma nova comunicação aos jornalistas onde indicou que o número de vítimas mortais não se alterou – 13 mortos – e que o número de feridos foi retificado para mais de uma centena. Forn ressalva que o número de fatalidades poderá aumentar por existirem muitos feridos graves.

O balanço da operação faz-se da seguinte forma: dois suspeitos detidos diretamente relacionadas com o atentado, não significando que sejam o condutor do veículo responsável pelo atropelamento em massa, e um suspeito morto.

O condutor da carrinha fugiu do local (e continua foragido), abandonando o veículo, e, ao contrário do avançado inicialmente, não se barricou em nenhum estabelecimento e nem carregava nenhuma arma. “Não temos elementos que sustentem que essa pessoa estava armada quando saiu da carrinha”, indicou Josep Lluís Trapero, responsável pelos Mossos d’Esquadra, que falava na mesma conferência de imprensa.

Nenhum dos envolvidos no atentado já identificados pela polícia possuíam antecedentes ligados ao terrorismo.

As autoridades estão a trabalhar na identificação das vítimas mortais e de alguns feridos, por forma a que seja terminada o mais rapidamente possível. A evacuação das pessoas que estavam retidas dentro da zona abrangida pelo perímetro policial será concluída em cerca de uma hora, ou seja, por volta das 23h30 de Lisboa.

Josep Lluís Trapero sublinhou que se tratou de “um atentado terrorista com intenção de matar o máximo número de pessoas possível”.

você pode gostar também