Novo decreto autoriza abertura e funcionamento de novos serviços em Barreirinha

As novas medidas estabelecidas pelo novo Decreto Municipal n° 226, foram publicadas no dia 10, após avaliação feita pelo Comitê de Combate ao Coronavírus, em Barreirinha. A partir desta data, fica permitido a realização da Feira Livre do Produtor Rural, com restrições de controle do público e protocolos sanitários. O decreto também inclui a liberação do transporte intermunicipal fluvial em lanchas e aviões.

As embarcações e aeronaves podem transportar passageiros com apenas 50% da capacidade total. Desta forma, o município de Barreirinha estabelece o que pode funcionar pelos próximos 15 dias, com o intuito de conter o avanço da pandemia de coronavírus no município.

A lista de permissões também inclui o funcionamento de restaurantes e lanchonetes, que poderão receber os clientes em atendimento presencial, com regras como: a ocupação total, sem ultrapassar 50%. As mesas devem ter distâncias de, no mínimo, 1,5 metros. É vetada a venda de bebidas alcoólicas, e o sistema delivery pode funcionar até 22h.

O decreto mantém o horário de funcionamento para todos os serviços essenciais e não essenciais, que permanece inalterado, das 7h às 18h. Apenas em caráter específico, postos de gasolina, farmácias e drogarias podem estender o funcionamento até 21h. Igrejas e templos podem funcionar com missas e cultos, com lotação máxima de fiéis de até 50%, sem extrapolar tal capacidade.

De acordo com dados da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Barreirinha ocupa atualmente a posição 22 do relatório informativo sobre a Covid-19 em todo o Estado. Até o momento são 702 casos confirmados, com taxa de letalidade de 1%.

No último relatório divulgado pela Gerência da FVS no município, foi apontado que 653 pessoas estão fora do período de transmissão do vírus, consideradas recuperadas da infecção pelo novo coronavírus.

você pode gostar também