Novo líder de facção criminosa é preso com 150 quilos de skunk no Tarumã em Manaus

Durante a abordagem, Velhinho reagiu à prisão e tentou dar ré para atingir os policiais. Foto: Divulgação

Heliton Cabral, mais conhecido como Velhinho e apontado pela polícia como novo líder de facção criminosa, foi preso na noite de terça-feira (24), com, aproximadamente 150 quilos de maconha tipo skunk, na ponte do Tarumã, zona oeste de Manaus.  Ele foi abordado por volta das 21h, com José Hudson Valério Queiroz e Amoes Alves de Souza.

Segundo o delegado Mário Paulo, da Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), a droga estava dividida em dois carros, um Palio Weekend, de cor prata, e um Picanto, preto. Ele conta que, durante a abordagem, Velhinho reagiu à prisão e tentou dar ré para atingir os policiais.

Ainda conforme o delegado, o suspeito foi levado para o Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) da Compensa e tentou fugir após fazer o exame de raio x. “Ele fugiu algemado, mas os policiais conseguiram recaptura-lo mil metros depois, escondido embaixo de um carro”, informou Mário Paulo. De acordo com ele, Velhinho assumiu o comando da Família do Norte depois que Erick Leal Simões, conhecido como ‘CD’, foi preso, na semana passada.

você pode gostar também