Palmeiras joga e ‘seca’ Rosario para evitar vexame de quase 40 anos

O Palmeiras entra em campo nesta quinta-feira, contra o já eliminado River Plate-URU, para saber seu destino na Libertadores. Ou a equipe se classifica às oitavas de final, ou acaba eliminada ainda na fase de grupos, o que não acontece desde 1979, há quase 40 anos.

Para se classificar, o time alviverde, terceiro no grupo 2 com cinco pontos, precisa ganhar no Allianz Parque, torcer para que o líder Nacional-URU (nove pontos) vença o vice-líder Rosario Central-ARG (oito pontos), em casa, e os brasileiros ainda devem tirar a diferença no saldo de gols: o time alviverde tem saldo 0, contra 3 dos argentinos.

Além disso, o Palmeiras fica na torcida para que o Nacional não faça um “jogo de compadres” contra o Rosario, já que o empate é bom para os dois times – mantém os uruguaios na ponta e classifica os argentinos.

A última vez que o Palmeiras foi eliminado na fase de grupos da Libertadores aconteceu há 37 anos. Em 1979, a equipe terminou na terceira colocação do grupo 3, atrás de Guarani e Universitario-PER, que avançaram à segunda fase da competição.

Desde então, o clube disputou dez edições do torneio – contando com 2016. Foram quatro eliminações nas oitavas de final (2013, 2006, 2005 e 1994), duas nas quartas de final (2009 e 1995), uma na semi (2001), uma na decisão (2000), além do título em 1999.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X RIVER PLATE-URU

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 14 de abril de 2016, quinta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Óscar Maldonado (BOL)
Assistentes: Wilson Arellano e José Antelo (ambos da BOL)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel, Arouca, Robinho e Allione (Barrios); Erik e Alecsandro
Técnico: Cuca

RIVER PLATE-URU: Pérez; Giovanni González, Ronaldo, Flores e Kily González; Pintos, Pablo González, Vicente e Montelongo; Schiaccapasse e Rosso
Técnico: Juan Ramón Carrasco

Do ESPN

você pode gostar também