-Publi-A-

Paraguai: quadrilha usou armas militares em roubo a transportadora

Metralhadora, explosivos, caminhões em chamas e pregos retorcidos integraram arsenal

Uma quadrilha usou uma metralhadora capaz de derrubar uma aeronave, explosivos, caminhões em chamas e pregos retorcidos para roubar cerca de R$ 120 milhões da transportadora de valores Prosegur, na última segunda-feira (24), na Ciudad del Este, no Paraguai.

Suspeita-se que o roubo milionário tenha sido feito pelo Primeiro Comando da Capital (PCC), que surgiu em São Paulo. A ação, inclusive, foi similar com às que foram realizadas pelo grupo no estado de São Paulo nos últimos dois anos.

Segundo o G1, o fato do crime ter contado com cerca de 20 a 30 assaltantes, ter ocorrido de madrugada e a fuga ter sido realizada por rodovias levantam a suspeita de ligações com o PCC.

Também é atribuído ao grupo ao menos cinco ataques a transportadores de valores que ocorreram em 2015 e 2016 no estado de São Paulo.

No roubo que aconteceu no Paraguai, um policial e três suspeitos morreram na troca tiros. Até a publicação desta matéria, ao menos oito suspeitos foram presos pela Polícia Federal (PF).

 

você pode gostar também