Parintinense com Covid-19 clama por uma UTI para lutar pela vida em Manaus

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

O parintinense Holderlan de Souza Mourão, de 35 anos, está internado em estado grave com Covid-19 no Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, em Manaus. De acordo com a família, Holderlan não não tem chances de melhorar com o uso de medicamentos pelo estado que se encontra e somente uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pode salvar sua vida.

“Nós temos uma enfermeira com ele e ela já disse que não tem como ele melhorar com medicação do jeito que ele está, só uma UTI pode salvar a vida dele. Não sabemos quantos dias que ele irá aguentar”, disse o irmão de Holderlan, o professor Helder Mourão, de 29 anos.

A esposa de Helder, Rina Sales, de 22 anos, informou que o hospital tentou transferir seu cunhado ontem para Santa Catarina, mas a saturação de oxigênio dele caiu para 50% quando estava a caminho do aeroporto na ambulância e por conta disso ele teve que retornar para a unidade. “Falamos com o médico e ele disse que não tem como intubá-lo lá porque tem uma fila de 140 pessoas nos outros hospitais para solicitar uma UTI ou uma intubação”, falou Rina angustiada.

Enquanto isso, a família aguarda desesperada por uma vaga na UTI para Holderlan ter chances de sobreviver.

Holderlan Mourão posivou para Covid-19 dia 19 de janeiro. Sua esposa Shirley Sandra Colares Mourão, de 37 anos, também foi diagnosticada com a doença dia 15 do mesmo mês e ambos iniciaram o tratamento em casa, porém somente Sandra reagiu bem ao tratamento e já está quase 100% recuperada.

você pode gostar também