Parintinense concorre a Prefeitura de Salvaterra, na Ilha de Marajó

Gerlean Brasil | 24 Horas

[email protected]

Parintins (AM) – Salvaterra, na Ilha do Marajó, no Pará, poderá ser administrado pela bancária Oscarina Brito de Farias Barbosa, 48 anos, caso conquiste a preferência de 18,7 mil eleitores em uma disputa entre 11 candidatos. Natural de Parintins, Amazonas, a candidata, presidente do Partido Liberal (PL) de Salvaterra, é Gerente Geral de Carreira do Banco do Estado do Pará S/A.

A parintinense é graduada em Administração de Empresas, com MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), e cursa Gestão Empresarial. A candidata a prefeita de Salvaterra tem o apoio do vice-governador do Pará, Lúcio Vale, deputado federal, Cristiano Vale, ambos do PL, e deputado estadual Wanderlan Quaresma (MDB).

Oscarina Marajó, como é conhecida a bancária, decidiu entrar na política por acreditar que é possível promover uma gestão eficiente na administração pública. “Nunca fui política, mas eu acredito em uma nova visão de se fazer política, mesmo em órgão público. Eu entrei na política por causa de um prefeito que conheci em Barcarena chamado Antônio Carlos Vilaça”, conta.

Para ingressar na política, a candidata tomou como exemplo o êxito do ex-prefeito de Barcarena. “Ele era administrador, assim como eu. Dizia que a política, quando bem usada, gera benefício ao povo, principalmente o necessitado. Ele foi o melhor prefeito de todos os tempos de Barcarena e era meu amigo. Antônio Vilaça morreu em 2019 e deixou um legado ao qual decidir seguir”, revela.

Oscarina Marajó é tia dos candidatos a vereadores em Parintins nas Eleições 2020, o odontólogo Thiago Benoliel de Farias (MDB), e Maria Alseneide Farias Brito das Neves, a Loura, (Republicanos). A candidata tem como vice-prefeita a pescadora, Cristiane Ramos (PL), que forma uma chapa puro sangue de mulheres na disputa do pleito na Princesa do Marajó.

você pode gostar também