Parintinense realizará exposição fotográfica com o tema “Águas Amazônicas”

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

O professor de artes Maximílian Medeiros Rodrigues, de 26 anos, da Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc-AM), realizará uma exposição fotográfica com o tema “Águas Amazônicas” no Mercado Municipal Leopoldo Neves. O evento será aberto ao público e acontecerá do dia 28 de março ao dia 28 de abril, das 5h às 15h.

A exposição fotográfica é a conclusão do trabalho de pesquisa do mestrado do professor onde serão apresentadas 30 fotografias. “Eu utilizo o celular para fazer as fotos. A fotografia não é natural, mas ela tem uma manipulação. Ela é de uma forma diferente de paisagem natural. Como o próprio tema já diz ‘Águas Amazônicas’ ela vai falar da água, que é o tema que pesquiso, e de que que maneira ela se relaciona com o homem ribeirinho e urbano. A manipulação das fotografias é para a criação de novas possibilidades, de novos mundos. Com isso vou propor a criação de uma nova estética fotográfica para poder ter uma conversa com o público e para as pessoas visitarem, olharem, refletirem e conversarem sobre isso”, explicou Maximílian.

Maximílian Medeiros Rodrigues. Foto: Reprodução.

Além disso o parintinense conta que escolheu “Águas Amazônicas” como tema de sua pesquisa por fazê-lo lembrar da infância de modo que sua família era de comunidade ribeirinha e depois se mudou para a cidade. “Então resolvi pegar essa história para trabalhar em cima disso. Quando meus irmãos e eu nascemos nos mudamos para a cidade e essa é uma forma de tentar lembrar um pouco do que vivenciei no interior. Além disso é uma maneira de resgatar a história da família haja visto que meus pais moraram por muito tempo no interior e eles têm um conhecimento muito vasto sobre a natureza”, falou.

Maximílian Medeiros Rodrigues é graduado em Artes Visuais pelo Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (ICSEZ) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e está fazendo o mestrado em artes pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em parceria com a Ufam. Atualmente o professor reside em Manaus.

você pode gostar também