-Publi-A-

Parintins inicia vacinação na zona rural das pessoas de 40 a 49 anos, deficientes e grávidas

Idosos de 60 a 69 anos passam a tomar a segunda dose

Fotos: Yuri Pinheiro e Márcio Costa.

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

A Prefeitura de Parintins inicia nesta terça-feira (25) a vacinação contra a Covid-19 na zona rural das pessoas de 40 a 49 anos, com deficiência a partir dos 18 anos e nas grávidas e puérperas (mulheres no pós-parto até 45 dias) com comorbidades também a partir dos 18 anos. Os idosos de 60 a 69 anos passam a tomar a segunda dose.

De acordo com a coordenadora da Vigilância em Saúde, Elaine Pires, os locais que receberão as vacinas são Vila Amazônia, Zé Açu, Caburi, Mocambo, Tracajá, Jacu, Mamuru, Limão, Uiaicurapá, Valéria, Saracura e as margens direita e esquerda do rio Amazonas. Ainda segundo a Elaine Pires, está sendo disponibilizada 2.400 doses para a zona rural da vacina AstraZeneca e 100 doses da CoronaVac para as gestantes e puérperas. A aplicação da vacina AstraZeneca está suspensa em gestantes e puérperas. “Solicitamos que os comunitários aguardem nas suas comunidades para que possam ter acesso a vacina, principalmente as pessoas que vão tomar a segunda dose, que é justamente para efetivarmos o esquema vacinal”, disse.

O subsecretário municipal de Saúde, André Acauan, destaca que ações na zona rural conta com uma estrutura composta pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Programa de Imunização e a parceria da Polícia Militar.

“É com imenso prazer que damos início em mais uma etapa da vacinação na zona rural e costumamos dizer na Secretaria de Saúde que dentro desses setores tem a esperança de dias melhores. Esperamos o mais breve possível retomarmos as nossas atividades cotidianas. A prefeitura tem nos dado toda estrutura para que possamos levar a todos os cantos de Parintins um pouquinho dessa esperança de novos dias que com certeza virão. Estamos aguardando agora o novo repasse da Fundação de Vigilância do Estado. O secretário que está em Manaus já vai trazer esse novo repasse que virá na próxima semana para darmos continuidade nas outras faixas etárias que o Ministério da Saúde nos propõe”, falou Acauan.

você pode gostar também