-Publi-A-

Parintins inicia vacinação na zona rural de adultos de 18 a 29 anos e 2ª dose de pessoas com 40 anos ou mais

Foto: Márcio Costa.

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

A Prefeitura de Parintins iniciou na manhã desta segunda-feira (19) a vacinação contra a covid-19 de adultos de 18 a 29 anos e aplicação da segunda dose em pessoas com 40 anos ou mais. De acordo com a coordenadora da Vigilância em Saúde, Elaine Pires, estão sendo disponibilizadas 5.500 doses das vacinas Coronavac e AstraZeneca, sendo 4.000 de vacinas de D1 (primeira dose) e 1.500 de D2 (segunda dose).

As comunidades que serão atendidas são da região do Mamuru, Uaicurapá, Tracajá, Jacú, Zé Açu, Maranhão, Vila Amazônia, Valéria, das margens direita e esquerda do rio Amazonas, Limão, Saracura, as ilhas e a região do Mocambo e Caburi.

“Nós temos a semana toda para trabalhar a questão do acesso fluvial e em seguida, na outra semana, vamos para o acesso terrestre que é a Gleba de Vila Amazônia e o Zé Açu. Com isso a gente encerra as primeiras doses na zona rural e segue na zona urbana ainda com a disponibilidade de doses. A seguir, o objetivo também é fechar as segundas doses na zona rural e aí com isso a gente realmente fecha a campanha de vacinação contra a covid-19 no município de Parintins, com previsão para o final do mês de agosto, no máximo em início de setembro”, disse Elaine Pires.

A vacinação da população da zona rural conta com uma força-tarefa da Secretaria Municipal de Saúde, Vigilância em Saúde, Programa de Imunização e Polícia Militar em que serão utilizadas 10 ambulanchas para a realização deste trabalho.

“É uma gratificação muito grande de podermos agora estar disponibilizando a vacina de 18 anos ou mais da primeira dose e as vacinas de segunda dose de 40 anos ou mais. Há uma expectativa muito grande da nossa população ribeirinha e é muito gratificante. Os índices da covid-19 no município estão reduzindo, vacinação aumentando grandiosamente para que nós possamos levar cada vez mais essa prevenção e esperança à nossa população da zona rural também”, salienta o secretário municipal de Saúde, Clerton Rodrigues.

você pode gostar também