Pesquisa, Ensino e Extensão presentes no Núcleo de Ensino e Pesquisa em Astronomia (NEPA)

   No ano em que o NEPA  completa  06 anos de existência, o Núcleo de Ensino e Pesquisa em Astronomia da  Universidade do Estado do Amazonas (UEA)  teve recentemente dezesseis  (16) projectos aprovados no âmbito da Pesquisa e  Extensão Universitária.  Tais   projectos   concorreram   aos     editais    035/2019-GR/UEA e  052/2019-GR/UEA os quais se referem, respectivamente,  ao Programa  de Iniciação  Científica e Tecnológica da Universidade do Estado do Amazonas (gerenciado  pela Pró-reitoria de Pesquisa  e Pós-Graduação  – PROPESP/UEA)  e ao Programa Institucional  de Extensão da Universidade do Estado do Amazonas (gerenciado pela Pró-reitoria de Extensão e Assuntos  Comunitários – PROEX/UEA).

   No âmbito  da Pesquisa,  foram  dois  (02)  projectos  aprovados  e no  âmbito  da  Extensão  foram catorze (14) projectos aprovados. Acrescentam-se ainda  dois projectos de Ensino, totalizando  18 projectos para a temporada  2019/2020.

Figura 01: Projectos aprovados pelo NEPA.

    A presença  da trinca  Pesquisa, Ensino e Extensão  nas actividades desenvolvidas pelo NEPA está  em consonância  com  os fundamentos  das maiores Universidades brasileiras. Do ponto de vista  de Extensão,  os projectos do NEPA  visam  a promoção da cooperação entre  professores da rede pública de Ensino (SEMEDs e SEDUC-AM)  e  as académicas,  da  Universidade do Estado do Amazonas, o que culmina  na transfomração social e democratização do conhecimento. Ao passo que os projectos de Iniciação Científica do NEPA  visam: a) Incentivar   talentos  potenciais  entre os académicos da UEA; b) Contribuir  para a formação  de recursos humanos  para o desenvolvimento  tecnológico e  inovação  em Astronomia; c) Possibilitar o acesso e a integração  dos académicos  à cultura científica   e de desenvolvimento  tecnológico e inovação.

   Conforme  mostrado na figura 01, acima,  os projectos  de Extensão cobrem as seguintes sub-áreas (por ordem alfabética):  Astrobiologia, Astrofilosofia, Astrofísica, Astrogeografia e Astrogeologia, Astrohistória,  Astrolinguagem, Astromatemática, Astromusicalidade,  Astronomia Afro-brasileira, Astronomia Indígena,  Astronomia em LIBRAS, Astropedagogia, Astroquímica,  Empoderamento  Feminino na Astronomia e Astronáutica. Cada projecto   garantiu uma bolsa de  400,00R$ para cada bolsista (ao longo de  12 meses)  e  500,00 R$  despesas com material de consumo. O que consolida  5,3 mil reais  por projecto, resultando no total 74,2 mil R$  em investimento.  Os projectos  aprovados  na Iniciação Científica  compreendem 4,8 mil R$  de investimento por parte da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e  outros financimentos  que o NEPA possui. Somados, a figura 01   representa  mais  de 100 mil R$   de investimento. Na Iniciação Científica os projectos do NEPA  concentram-se  nas áreas de Astrobiologia e Astroquímica. 

   Vale salientar  que  os projectos   mencionados  na figura 01, terão início em agosto de 2019 e término em  julho de 2020. Se  agregarmos àqueles os projectos   aprovados nos editais da temporada 2018/2019 (ou seja,  projectos que estão  a serem finalizados), então,  a cifra  cresce signifamente.  Vejamos,  são  17 projectos  extensionistas,  02 projectos  internacionais – que  correspondem a  36 bolsistas    e  um sub-total de  200 mil R$ de investimento.  Ao todo, no biênio 2018/2019 o NEPA trouxe para a Universidade do Estado do Amazonas – Campus Parintins   algo em torno de  300 mil R$.

Figura 02: Organograma dos projectos do NEPA.
Figura 03: Números de projectos e impacto das acções do NEPA.

  Quanto aos projectos de Ensino, sublinha-se que os mesmos são voltados para  o Ensino de Astronomia  em todas as vertentes do NEPA. Por enquanto, não há formalmente  um curso de graduação em Astronomia na UEA.  O que  há  são cursos a nível de graduação  ofertados e ministrados pelo NEPA  e  disciplinas optativas, desde que  haja demanda de algum colegiado – a disciplina optativa é ofertada  pelo colegiado (pois precisa ser devidamente  lançada no Sistema  da UEA)  e ministrada pelo Dr. Nélio M. S. A. Sasaki – coordenador e pesquisador do NEPA. Para garantir  a excelência   no Ensino   de Astronomia, o NEPA ofertou cursos de formação   nas diversas sub-áreas. A partir de Agosto de  2019,  por exemplo, o NEPA ofertará  duas  disciplinas,  a saber: Fundamentos   de Astronomia I;  e  Astronomia  Estelar I. Também há projectos voltados para o Ensino de Astronomia   no maternal,  Ensino Fundamental I  e II,  Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Especial (Comunidade Surda e  alunos com Síndrome de Down) e   Ensino Médio.

   “O NEPA  está  focado em desenvolver  o melhor  da Astronomia na região Norte do país. O reconhecimento  que recebemos da Sociedade Astronómica Brasileira (SAB)  é fruto  de muito trabalho e  do investimento/apoio  de  entidades  como  Governo Federal, MCTIC, MEC, CNPq, CAPES, Governo do Amazonas, Conselho Estadual de Educação do Amazonas (CEE-AM),  Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), SEMEDs e  SEDUC-AM. Também agradecemos  à UFMG, UNESP, INPE, ON, USP, UFJF, IFMG, AEB, UFRJ, UERJ, UFAM, SESI-AM, SESC-AM, FUNAI, UNESCO, UNIÃO ASTRONÓMICA INTERNACIONAL (IAU/OAD), APAS, ABP, SAB.” -ponderou  Dr. Nélio Sasaki – Coordenador do NEPA.

você pode gostar também