-Publi-A-

PF investiga desvio de verba e fraude em licitação em Presidente Figueiredo

Operação apura irregularidades no contrato de fornecimento de combustíveis à prefeitura da cidade em 2019.

A Polícia Federal faz uma operação, nesta quinta-feira (8), para investigar crimes de fraude em licitação e desvio de recursos no contrato de fornecimento de combustíveis para a prefeitura de Presidente Figueiredo (AM) em 2019.

São cumpridos 10 mandados de busca e apreensão e quatro de prisão em Presidente Figueiredo e em Manaus.

Segundo as investigações, apesar de ter sido uma exigência do contrato a instalação de tanques de combustível na sede do município, apurou-se que a empresa contratada não possui posto de gasolina ou licença para operar na cidade, tendo subcontratado toda a prestação de serviços.

Além de ter terceirizado o serviço de fornecimento de combustível, a PF aponta que houve um superfaturamento de R$ 3,9 milhões pelo pagamento por combustíveis em quantidade superior à efetivamente consumida.

A PF ainda identificou fraude na licitação, porque a empresa vencedora do processo beneficiou a outra concorrente com a transferência de cerca de R$ 249 mil. Há indícios, ainda, de que a empresa contratada, à medida que recebia os pagamentos da Prefeitura Municipal, desviava os valores para um grupo de empresários.

Os investigados na Operação Corredeira Inflamável poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de fraude em licitação, peculato e associação criminosa.

você pode gostar também