PM descobre plano de ataque de facção e prende supostos pistoleiros

Parintins (AM) – Policiais militares da prenderam Francisco Silva Caldeira, 29 anos, o Chiquinho, Genilson Silva Araújo, 42 anos, e Leonardo Auzier Ramos, 29 anos, na estrada do Macurani, no início da noite de quarta-feira, 20. Segundo a polícia, o trio estava de posse de uma arma de fogo, tipo caseira, calibre 28, e planejava ataque contra um membro uma facção criminosa rival.

Os envolvidos pertenceriam a facção criminosa do Amazonas, Família do Norte (FDN), e a disputa seria briga por território do narcotráfico, em Parintins. Conforme a polícia, Chiquinho seria pistoleiro profissional da FDN e teria participação na execução de Evandro Santos do Vale, o Lameira, Vanderlei Pessoa Sarrazin, o Pimbolho, e Adilson Valente Barbosa, o China, morto na Vila Amazônia.

Os comparsas Genilson Silva Araújo e Leonardo Auzier Ramos fariam parte do grupo, no qual atuavam com levantamento de informação e confecção de armas de fogo artesanais. De acordo com os policiais, a prisão ocorreu quando a Força Tática realizava patrulhamento ostensivo na Estrada do Macurani, por volta das 18h, e avistou os três indivíduos, em duas motocicletas.

Os acusados, ao perceberem a aproximação da viatura da PM, tentaram empreender fuga e se desfazer de um objeto. Ao serem alcançados, os infratores foram detidos e identificados como integrantes da FDN e planejavam atacar rivais do Comando Vermelho (CV). Durante a revista aos suspeitos, os policiais não encontraram nada.

Os militares retornaram ao local, onde os acusados haviam jogado um objeto, e encontraram uma arma de fogo tipo caseira calibre 28. De acordo com o serviço de inteligência do 11º Batalhão da PM, o trio estaria envolvido na execução de rivais da facção Comando Vermelho e estariam pelas ruas à procura de outro alvo. A PM apresentou os acusados na 3ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), junto com a arma.

você pode gostar também