-Publi-A-

Polícia Civil do Amazonas alerta população sobre riscos do golpe da ‘Carta de crédito contemplada’

Foto: Mayara Viana/PC-AM.

Imagine que você queira adquirir a casa própria ou um carro, mas não tem recursos suficientes para isso. Então você encontra, por meio de cartas de crédito, o método ideal para facilitar a realização desse objetivo. A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), alerta à população sobre o golpe da “Carta de crédito contemplada”, e enfatiza os riscos que esse tipo de operação oferece.

O delegado Denis Pinho, titular da DERFD, informa que, na prática desse delito, os criminosos oferecem a venda da carta de crédito aos interessados por um preço abaixo do mercado, o que chama a atenção das vítimas, geralmente com a promessa de que elas terão os bens que desejam de uma forma mais rápida.

“Para que isso aconteça, os infratores exigem que seja dada certa quantia em dinheiro como entrada, no entanto, eles subtraem o dinheiro para si e não entregam o que haviam prometido às vítimas. Pelo fato desses valores serem altos, as pessoas têm um prejuízo muito grande ao cair no golpe”, esclareceu o delegado.

Segundo a autoridade policial, como forma de evitar esta prática, é necessário que as pessoas estejam sempre alerta aos anúncios duvidosos, que prometem a realização de compras de alto valor, como de imóveis e veículos, de uma forma mais rápida.

“Se o indivíduo oferece a carta de crédito por um valor diferente ao que está no mercado, suspeite. Tenha cautela, não pague sem antes consultar se a proposta de fato é verídica”, alertou o delegado.

Penalidade

Pinho explica que este delito está caracterizado na prática do crime de estelionato, tipificado no artigo 171 do Código Penal (CP), e tem como pena um a cinco anos de prisão.

Registro de Ocorrências

O delegado ressalta que caso alguém tenha sido vítima desse golpe, deve registrar o Boletim de Ocorrência (BO), o mais rápido possível, para que os casos sejam elucidados.

Em caso de denúncia, ligar para o número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), ou registro de BO online acessar pelo endereço eletrônico: www.delegaciainterativa.am.gov.br, ou comparecer na DERFD, localizada na rua Cinco, s/n°, bairro Alvorada, zona centro-oeste da capital.

você pode gostar também