Polícia encontra celulares e drogas na Delegacia e suspeita que funcionários facilitem o crime

Eldiney Alcântara / Cleimer Carneiro | 24 Horas

[email protected]

Após uma revista feita hoje pela manhã, 12, na Delegaia Interativa de Polícia de Parintins (DIP), no Itaúna II, a Polícia Civil encontrou celulares, carregadores e drogas nas celas daquela unidade prisional. O fato mais preocupante é que o acesso desses objetos ao prédio pode ter sido facilitado por funcionários da própria delegacia. O delegado Adilson Cunha abriu processo de investigação e apura o caso.

Além dos aparelhos celulares, o delegado descobriu que os detentos usavam a internet da polícia, uma vez que sabiam a senha do Wi-Fi. O fato aponta, claramente, para participação de funcionários da delegacia na ações dos presos. “A gente já estava investigando as celas da delegacia e até mesmo descobrimos que eles utilizavam a senha wifi da nossa delegacia, ou seja, tinha o contato direto com com o mundo exterior, com a área exterior, causando uma insegurança aqui pra nossa delegacia”, revelou o delegado.

Adilson Cunha conta que o procedimento de revista deve ser alterado. Ele aponta hipóteses de como o material pode ter entrado na delegacia: “Todo esse material era revistado, mas mesmo assim ainda conseguiam por outros meios, por cordas através de lançamento de cordas da área externa. Mas também entrava material pela frente. Isso aí nós vamos investigar e a pessoa que está facilitando a entrada desses aparelhos será responsabilizada com certeza”, explica.

Fotos: Cleimer Carneiro

você pode gostar também