Polícia prende homossexual acusado de assassinar adolescente de 14 anos

Texto: Eldiney Alcântara / Clemer Carneiro

A polícia prendeu na tarde desta terça-feira, 01, Roniere Barroso de Melo, 26 anos, mais conhecida como Rany Melo, acusado de ter assassinado a golpes de faca o adolescente Manoel Augusto de Souza Lima, 14 anos. O corpo do menor foi encontrado pela manhã numa área abandonada próximo às marinas, localizadas no bairro Santa Clara, em Parintins.

Roniere é homossexual e suas roupas apresentavam manchas de sangue. Ele se apresentou à Polícia Civil e prestou depoimento. Porém, saiu da delegacia e estava foragido, quando foi encontrado pelo polícia na rua 03 do Itaúna II. Segundo a polícia, ele entrou em contradição, além do fato de uma testemunha ter visto o acusado na companhia da vítima indo em direção ao local do crime.

O titular de Delegacia de Polícia, Adilson Cunha, informou que Rany possuía “vestes sujas de sangue”. A dona do imóvel onde o acusado reside reconheceu a faca usada no crime. “Ele confessou o crime em virtude de ter cobrado programa do menor e o menor tentou pagar com drogas, como ele não usa, houve um desentendimento”, disse o delegado.

O auxiliar de necropsia, Benedito Pimentel, fez a autopsia do corpo e afirmou que foram desferidos 15 golpes de arma branca. “Com requintes de crueldade devido as perfurações e pelo corpo estar despido lá no local do crime”, avaliou o profissional.

O pai da vítima, Aroldo Lima, 59, informou que o filho era usuário de drogas. Ele mesmo reconheceu o corpo do adolescente e lamentou o crime.

você pode gostar também