Polícias Militar e Civil prendem dupla por latrocínio em Anamã

Altair Paiva Dionízio, de 31 anos, e Madson Lima de Oliveira, de 23 anos, foram presos pelas equipes da Polícia Militar e Civil pelo crime de latrocínio, ocorrido na madrugada da última segunda-feira (07/09), no município de Anamã (a 165 quilômetros de Manaus). A vítima foi o empresário Valdemir Santos Bastos, de 62 anos.

De acordo com informações do delegado Clodomir Sobrinho, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Anamã, o crime ocorreu por volta das 3h da madrugada, quando Altair, que era funcionário da vítima, e Madson invadiram o flutuante onde o empresário morava. Eles procuravam por dinheiro que acreditavam estar no local.

Valdemir foi agredido, teve as mãos e os pés amarrados, e foi levado pelos criminosos em um bote para um local a poucos metros do flutuante. Segundo o delegado, a dupla planejava jogar o corpo da vítima no meio do rio.
Chegando a uma comunidade próxima, Altair desferiu pelo menos quatro facadas nas costas e no pescoço da vítima, que morreu no local. O celular e o bote da vítima foram levados pelos criminosos. Na manhã do mesmo dia, familiares de Valdemir procuraram a polícia para relatar que ele estava desaparecido e que havia rastros de sangue no local onde morava.

O corpo da vítima foi encontrado por volta das 11h de segunda-feira. Madson foi preso em flagrante, por volta das 16h, na casa de parentes. Altair foi localizado em um flutuante que pertence à mãe, a poucos metros do local do crime, na noite da última terça-feira (08/09).

A dupla foi indiciada pelo crime de latrocínio.

você pode gostar também