Por R$ 200, clube amazonense não quis Bruno Henrique em 2013

O Manaus Futebol Clube já teve a chance de contar com o talento do atacante Bruno Henrique, 28 anos, na Série B do Campeonato Amazonense, há seis anos. O Gavião do Norte, vice-campeão da Série D do Brasileirão 2019, dispensou o atual craque do Flamengo, recém convocado para a Seleção Brasileira, no ano de 2013.

Oferecido pela Uberlândia, de Minas Gerais, via empréstimo, o jogador, com 22 anos na época, pediu R$ 1,2 mil, porém o teto salarial do Manaus era R$ 1 mil. Por R$ 200, o clube amazonense, ainda no início da história, e o atacante, no começo da carreira, encerraram a negociação, conforme informado confirmada pelo presidente do Manaus, em 2013, Luiz Mitoso.

O Manaus conquistou o título da Série B do Barezão 2013, e o acesso, de maneira invicta, à Série A do Campeonato Amazonense, do qual é tricampeão. Hoje, o atacante, sensação do líder da Série A do Brasileirão 2019, colocou o Flamengo na semifinal da Copa Libertadores da América. Já o Gavião do Norte também vive ascensão no futebol e vai disputar a Série C, em 2020.

você pode gostar também