-Publi-A-

Prefeito de Barreirinha, no AM, publica decreto para suspender a aplicação de provas do Enem

Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está previsto para acontecer nos dias 23 e 24 deste mês, em todo o Amazonas.

Foto: Ana Carolina Moreno/G1.

O prefeito de Barreirinha, Glenio José Marques Seixas, publicou um decreto para suspender a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na cidade. A medida foi tomada, segundo o prefeito, por conta do avanço da Covid-19 no município, que está distante 220 quilômetros de Manaus.

À reportagem tenta contato com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e com o Ministério da Educação e Cultura (MEC) para questionar se o decreto do município afeta a realização das provas na cidade, marcadas para ocorrer nos dias 23 e 24 de fevereiro como em todo o Amazonas.

Em nota, o governo do Amazonas informou que “a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é de responsabilidade do Ministério da Educação, por meio do Instituto Nacional de Ensino e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Dessa forma, os questionamentos devem ser direcionados ao MEC e à prefeitura municipal de Barreirinha”.

O decreto foi publicado na sexta-feira (19) e cita a alta no número de casos no município. No documento, o prefeito usa ainda o colapso no sistema de saúde do Amazonas como justificativa para suspensão da prova. Até domingo (21), Barreirinha contabilizava um total de 1.924 casos confirmados da doença, e 47 mortes pelo novo coronavírus. Em todo o Amazonas, o número de infectados já ultrapassa os 306 mil, com mais de 10,4 mil mortes confirmadas.

No decreto, o prefeito diz que o quadro epidemiológico do município é grave, sendo necessário, portanto, o adiamento da aplicação das provas.

“A cidade de Barreirinha não dispõe de leitos de UTI, e que não se pode analisar a a saúde pública municipal independentemente da cidade de Manaus (…) considerando o cenário de grande ocupação das unidades hospitalares da cidade de Manaus, torna-se imperioso tomar as medidas preventivas. (…) Fica suspensa, no âmbito do município de Barreirinha, toda e qualquer ação que resulte na organização e posterior aplicação da prova do Enem”, explica o decreto.

À reportagem , a assessoria de imprensa da prefeitura disse que já solicitou do Inep uma nova data para aplicação das provas no município, mas aguarda resposta do órgão. A prefeitura explicou que o acompanhamento da solicitação está sendo feito pela Secretaria de Administração e a assessoria jurídica do município.

Enem no Amazonas

 

Mais de 160 mil inscritos no no Enem aguardam a aplicação das provas nos dias 23 e 24 de fevereiro, em todo o Amazonas, de acordo dados informados pelo Inep. Ao todo, 163.044 pessoas devem realizar a prova no Estado, sendo 160.548 no formato tradicional, e 2.896 pelo Enem Digital.

Com decisão da Justiça Federal do Amazonas, a aplicação das provas foi remarcada . O Governo do Estado decretou ponto facultativo e feriado escolar nos dias de realização da prova no Estado.

Com informações do g1

você pode gostar também