Prefeitura em parceria com a Fundação Piedade Cohen realizará 101 cirurgias oftalmológicas

Gilson Almeida24 Horas

[email protected] 

Parintins (AM) – Na manhã desta quarta-feira (12) deu início a jornada de cirurgias oftalmológicas realizada pela Prefeitura Municipal de Parintins através da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com a Fundação Piedade Cohen. Nessa primeira jornada de cirurgia serão atendidos 101 pacientes. A solenidade de abertura foi realizada no auditório do Hospital Regional Jofre Cohen.

Governo do Amazonas 2

O prefeito Bi Garcia salienta que a possibilidade de serem feitas as cirurgias oftalmológicas se deu com investimentos da bancada federal na área da saúde pública no estado do Amazonas. De acordo com Bi Garcia, o município recebeu emendas parlamentares do senador Eduardo Braga, do senador Omar Aziz, dos deputados federais Pablo Oliva, Silas Câmara, Bosco Saraiva e Marcelo Ramos. “E nós já vamos começar a aplicar os recursos desse ano já na primeira jornada de cirurgias atendendo 101 pacientes nesse primeiro momento. Acredito que essa conta possa aumentar e esse faz parte desse programa cuidar bem das pessoas”, disse o prefeito.

Garcia complementa que com o suporte financeiro federal, a realização da jornada de cirurgia eletiva todo mês está confirmada onde a primeira do município será feita no carnaval.

As cirurgias serão feitas pelo responsável pela Fundação Piedade Cohen, o oftalmologista Marcos Cohen. Ele enfativa que a cirurgia de catarata dura cerca de 15 a 20 mimutos. Ainda segundo ele, nesta quarta-feira serão feitas aproximadamente 35 cirurgias. “Pra quem nao sabe a cirurgia de catarata hoje em dia ela é menos invasiva. Então é uma cirurgia que não leva ponto, é uma cirurgia em que o paciente já sai enxergando, o resultado visual é muito melhor assim como a recuperação”, frisou Marcos.

Uma das pacientes que fará a cirurgia de catarata é a dona de casa Arlene Simas, de 61 anos. Ela relata que apresenta o problema de saúde há mais de quatro anos e que devido a isso ficou impossibilitada de trabalhar por não enxergar direito. “Estou muito feliz por ir fazer a cirurgia. Depois disso as coisas vão melhorar e muito”, disse a dona de casa.

você pode gostar também