Presos do PCC são transferidos para a Cadeia Raimundo Vidal Pessoa

Presos da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foram transferidos para o prédio da cadeia Raimundo Vidal Pessoa na tarde desta segunda-feira (2), no Centro de Manaus, afirmou o secretário de Segurança Pública (SSP-AM), Sérgio Fontes. A medida aconteceu após rebeliões e alterações em três presídios da capital. No Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), a rebelião terminou com  56 mortos, a mais violenta da história do Amazonas. A cadeia Raimundo Vidal Pessoa foi desativada em outubro de 2016.

De acordo com o Sérgio Fontes, a medida pretende evitar novas rebeliões no estado. A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que 130 internos do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), ambas no km 8 da BR-174, e a Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), na Estrada do Puraquequara, km 2 do Ramal Bela Vista.

 Segundo Fontes, os detentos do PCC devem ficar na Vidal até a construção de um novo presídio.

“Por medida de segurança, por conta das três ocorrências de hoje, sendo que duas delas foram por medo de permanecer nesses presídios, decidimos pela transferência até que o novo presidio, previsto para o primeiro semestre desse ano, seja concluído”, disse.

*Com informações de Beatriz Gomes

você pode gostar também