Projeto “Cozinhas Solidárias” distribuirá 400 refeições por semana durante 2 meses para famílias em vulnerabilidade social

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

O projeto “Cozinhas Solidárias” distribuirá 400 refeições por semana durante dois meses, sendo dezembro e janeiro, para as famílias em situação de vulnerabilidade social em Parintins. O projeto é uma realização da ONG Gastromotiva, do Instituto Acariquara com apoio da Associação, Cidadania Social e Sustentabilidade (ACSSUS).  A ONG Gastromotiva implanta essas cozinhas solidárias em todo o Brasil para o combate à fome e Parintins foi contemplada com duas.

A líder e analista do projeto, Ane Karoline, do Instituto Acariquara, conta que o objetivo é trabalhar duas cozinhas solidárias em Parintins, em que uma ficará sob a responsabilidade da ACSSUS, e implantar cozinhas solidárias em outros municípios da Região Norte. “Essas pessoas serão selecionadas conforme o perfil que a cozinha for direcionar. Cada cozinha vai trazer os três perfis, trabalhar com o cadastro e saber qual é a família que tem no momento mais necessidade”, explicou.

A presidente da ACSSUS, Izabel Porto, destaca que está sendo dado prioridade para os bairros periféricos e ocupações e a priori os cadastros estão sendo feitos pelas lideranças dessas localidades. “Essas cozinhas vão dar oportunidade de alimentar muitas pessoas nesses dois meses de dezembro e janeiro aqui em Parintins e também dar oportunidade de trabalho para o cozinheiro e ajudante de cozinha. Então vai gerar duas oportunidades de trabalho e alimentar 1600 pessoas durante o mês de dezembro e o mês de janeiro. É um momento emergencial que ainda estamos vivendo de combate à covid-19 e esse projeto vem para impactar socialmente o município de Parintins. A ACSSUS se sente honrada em ter como parceiros o Instituto Acariquara e a Ong Gastromotiva e poder implementar mais esse projeto aqui na cidade”, salientou.

você pode gostar também
..