Provas do Enem são canceladas por enchente no município de Boca do Acre

Prefeito de Boca do Acre publicou decreto, na segunda-feira (22), em que suspendia a realização do exame por causa dos alagamentos.

A aplicação das provas do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) foram canceladas no município de Boca do Acre (AM) por causa do alagamento que atinge a cidade, provocado pelas cheias dos rios Purus e Acre. O prefeito José da Cruz publicou um decreto, na segunda-feira (22), em que suspendia a realização do exame.

O Enem foi adiado no Amazonas por conta do colapso sanitário enfrentado em janeiro, relacionado à segunda onda da Covid-19, sendo reaplicadas nesta terça (23) e quarta-feira (24).

O presidente substituto do Inep, Camilo Mussi, informou que o órgão foi comunicado pelo município de Boca do Acre sobre o alagamento em escolas. De acordo com Mussi, os estudantes não farão as provas neste momento. Segundo o Inep os candidatos só devem fazer o exame em novembro para concorrerem a uma vaga nas universidades em 2022.

Miriam da Silveira, promotora titular de Boca do Acre, afirmou que desde o dia 12 de fevereiro a cidade enfrenta um aumento progressivo nas cheias dos rios Purus e Acre e rio já ultrapassou 20 metros na orla. “As famílias que não têm parentes no município estão indo para abrigos. Hoje já no município três escolas estão como abrigos e vai abrir mais uma”, afirmou.

Segundo Silveira, apenas uma escola estaria disponível para os alunos para a realização do exame. Além da falta de lugar para aplicação do exame, o acesso dos alunos aos locais também estaria muito prejudicado.

Com informações do g1

você pode gostar também