PSC confirma nomes de 62 candidatos à Câmara Municipal de Manaus (CMM)

O Partido Social Cristão (PSC) realizou, na tarde desta sexta-feira (11), a convenção partidária. Em evento com limite de público para evitar aglomeração, realizado no Hotel Intercity Manaus, localizado na rua Prof. Márciano Armond, 544, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus, os membros da executiva definiram os 62 candidatos para vereador. A sigla não vai apoiar formalmente nenhum dos candidatos a prefeito de Manaus.

Dos 62 candidatos a vereadores de Manaus, 19 são mulheres e 43 homens. São indígenas, portadores de deficiência, jovens, conselheiros, médicos, líderes comunitários, pastores, advogados, jornalistas, professores e entre outros representantes de diversos setores.

A presidente municipal do PSC Manaus, Carol Braz, primeira mulher que assumiu a sigla em Manaus, foi uma das representantes do PSC a falar. Braz, neste ano não disputará o cargo da prefeitura da capital amazonense. Mas, ela revela que, durante a pré-campanha, sua candidatura motivou outras mulheres a participar das eleições deste ano também.

“Lutamos para garantir igualdade de mulheres na política, mas acredito que tudo tem o seu momento certo. A pré-campanha já foi algo que trouxe um fortalecimento e principalmente o encorajamento de muitas mulheres que antes não tinham coragem de se candidatar”, revelou Braz.

Durante a convenção, o presidente de Honra do PSC Amazonas e Governador do Estado do Amazonas, Wilson Lima, revelou o porquê a sigla não tem mais candidato para a prefeitura de Manaus e também sobre o fato de não coligar com nenhum outro partido na capital amazonense.

“O PSC não vai coligar com nenhum partido até porque eu estou preocupado com algumas coisas relacionadas ao governo. Ainda temos um problema de pandemia. As nossas ações hoje do governo estão muito concentradas em combater a questão da pandemia. O PSC hoje sairá somente com chapas de vereadores aqui na capital. E os eleitores estão livres aí para escolher os candidatos”, revela.

Wilson elencou algumas necessidades de quem for assumir a prefeitura de Manaus e que os vereadores eleitos vão precisar cobrar. “A questão da saúde é fundamental uma vez que nós tivemos um problema muito grande em razão da Covi-19. Diferente do interior, nós tivemos uma quantidade superior de casos, mas o número de óbitos foi bem menor do que na capital. Isso é uma prova inequívoca que saúde básica é fundamental. A questão do transporte público é algo que preocupa muito e o governo do Amazonas está de braços entendidos nestas pautas que são prioritárias”.

Embora a capital amazonense não tenha candidato majoritário, o PSC no interior do Amazonas conta com 34 candidatos para as prefeituras dos municípios, sendo que sete deles são reeleição.

No interior, também o PSC tem um total de 1055 candidatos a vereadores e conta com um representatividade feminina equivalente a 30%.

“A eleição deste ano vai ser diferente. O PSC cresceu a participação das mulheres. Temos muitas vereadoras. Temos candidatos representando todos os seguimentos”, revela o presidente Estadual do PSC Amazonas, Miltinho Castro.

Miltinho também explica que aposta nas candidaturas do interior o Amazonas. “Instalamos 52 diretórios em todo o estado e vamos com 35 candidaturas majoritárias em todo o Amazonas. Nossa meta é eleger entre a quatro a cinco vereadores na capital amazonense”.

Participaram também da composição da mesa o 1° Secretário do PSC Amazonas e Líder do PSC Amazonas na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, Dr Gomes e o representante da Formação Política do PSC Amazonas, Dr Lucas Macedo. Ambos, alertaram aos pré-candidatos sobre o período de pré-campanha. E, também, a presidente do PSC Jovem no Amazonas, Alessandra Castro, que destacou os projetos e alertas que o partido tem feito com os jovens em relação à sensibilização contra o suicídio, em razão do setembro amarelo.

Dois candidatos a vereadores participaram da convenção por meio de videoconferência, o Mike Santos e a Delegada Debora Mafra. Ambos estão acometidos da Covid-19, mas passam bem.

Tradução em libras

Para facilitar a comunicação entre as ambas partes, durante a convenção, a intérprete de libras Ana Lidia Rhodis, esteve no evento, para traduzir a convenção.

Prevenção

Por causa da pandemia provocada pelo novo coronavírus, a convenção foi realizada num formato misto, com a presença dos candidatos e a participação virtual de lideranças políticas e militantes por meio de transmissão no Facebook.

A convenção seguiu todos os protocolos orientados pelos órgãos de saúde. Uma equipe da Justiça Eleitoral esteve presente no evento fiscalizando a convenção e elogiou a organização.

Aferição de temperatura foi realizada na entrada do evento e foi disponibilizado álcool em gel para higienização das mãos. O local escolhido para o anúncio era amplo e as cadeiras foram dispostas com distância uma das outras.

você pode gostar também