Psiquiatra do CAPS Parintins alerta para sintomas que podem desencadear tentativa de suicídio

O psiquiatra Alessandro Gonzaga, que atende no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS Parintins) fez um alerta a famílias e amigos sobre comportamentos e sintomas típicos de que podem desencadear em alguém a tentativa de suicídio. O CAPS funciona de segunda a sexta-feira, próximo ao Hospital Jofre Cohen e Secretaria de Saúde, e está de portas abertas a todos os parintinenses. A instituição conta com equipe completa formada por médico psiquiatra, psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, pedagogos, educador físico, farmacêutico, entre outros.

Alessandro é o único psiquiatra atendendo o interior do Amazonas e há pelo menos cinco anos realiza um trabalho significativo no município. O alerta se faz necessário pelo aumento dos casos de depressão, esquizofrenia, transtorno bipolar, depressão bipolar, uso de drogas e álcool, entre outras patologias.

Ele salienta que a depressão como a doença que mais tem levado as pessoas a tentativa de suicídio. “A pessoa não tem energia para nada. Não tem energia para trabalhar, para produzir. Ela tem uma acentuada diminuição no interesse ou prazer por todas ou quase todas as atividades, fica jogada numa rede ou numa cama. A pessoa fica com um viés voltado para derrota, delírios de ruina, se isola, para de se alimentar, dorme demais ou dorme de menos. Uma gama de sintomas que formam esse quadro depressivo”, descreveu o médico.

Alessandro relatou que a pessoa nesse estágio passa por uma dor mental imensurável o que às vezes pode ocasionar medidas extremas contra si próprio, o que torna indispensável a procura por ajuda especializada. “É nesse momento que nós estamos de portas abertas aqui no CAPS. Você chega e fala que não está legal, que nós vamos atender você aqui. Será implantado um tratamento para você, e nós vamos acompanhar de perto o seu quadro”, completou.

você pode gostar também
..