Quadrilha é presa após assaltar em frente ao Colégio Batista

Uma guarnição da Policia Militar prendeu na manhã deste sábado, 16 de abril, uma quadrilha que vinha praticando assaltos à mão armada em Parintins. O grupo era formado por Daniel Nogueira Coelho, 18 anos, morador da rua Osvaldo Melo, nº 3774 – Itaúna I, Michel Simas de Oliveira, 18 anos, morador da Vila Amazônia e Breno de Jesus Bentes Fonseca, 23 anos,  morador da rua Osvaldo Melo, nº 3886 – Itaúna I. Outro membro de nome Paulo Nogueira Coelho, o Paulino, que é irmão de Daniel conseguiu fugir e ele deve ser preso nas próximas horas.

Os criminosos foram capturados após a equipe de patrulhamento da PM ser acionada sobre um assalto a celular de duas adolescentes, de 16 e outra de 17 anos de idade, na rua Coronel José Augusto, no Centro da cidade. As estudantes haviam saído das aulas, no Colégio Batista de Parintins, por volta das 11h deste sábado e se encontravam em frente à escola aguardando seus pais, quando foram abordadas por Michel Oliveira e Breno Fonseca. Os dois assaltantes estavam em uma moto Yamaha, modelo Crosser, cor branca, placa NOW 7291, de Manaus. Armados com faca eles anunciaram o assalto e ainda tiveram a ousadia em obrigar as adolescentes a desbloquearem os aparelhos celulares.

De acordo com a tia de uma das vítimas, a secretária administrativa Shirley Marinho, sua sobrinha tinha acabado de enviar mensagem pelo celular comunicando seu pai para ir lhe buscar na escola quando os homens executaram o roubo. “A minha sobrinha tinha acabado de passar a mensagem para o pai dela ir buscá-la no colégio. Só deu tempo de passar a mensagem. São tão ousados que ainda pedem para retirar a senha do celular”, contou.

Shirley Marinho mostrou preocupação com uso de celular em vias públicas, principalmente por adolescentes, que pode servir de chamariz para bandidos. “A gente orienta os filhos, pede, aconselha, mas infelizmente a criminalidade está aí nas ruas. Hoje o cidadão de bem tem que ficar preso porque os bandidos estão soltos cometendo crime. Eu tive minha sobrinha ameaçada com uma faca na barriga. É triste, é lamentável. Agora não podemos nem sair de casa. Se está dentro é roubado, se está fora é roubado”, disse.

De acordo com o policial militar Ofran Leal, que comandou a operação que resultou na prisão dos assaltantes, a guarnição passava na rua do Colégio Batista quando foi acionado pelas vítimas do roubo. O militar contou que após o comunicado, o patrulhamento foi feito para prender os criminosos, que foram capturados minutos depois na rua Chico Simões, por detrás da Ferragem Natal, no bairro Itaúna I. “A polícia foi até uma residência onde foi encontrado um dos celulares em poder do Daniel. Outro membro do grupo, o Paulinho, não foi encontrado e encontra-se foragido”, disse.

Marcondes Maciel | RP

você pode gostar também