Recuperada da Covid-19 sofre preconceito e ameaça durante seu tratamento em Parintins

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

Parintins (AM) – Em Parintins, uma moradora do bairro Paulo Corrêa, de 40 anos, recuperada da Covid-19, sofreu preconceito e ameaças durante seu tratamento em casa. Em contato exclusivo com o Portal Parintins 24 Horas, ela relatou que os atos foram feitos através de recados escritos em papéis jogados para dentro de sua residência. A vítima que preferiu não se identificar registrou um Boletim de Ocorrência na delegacia.

A parintinense foi diagnosticada com a doença no dia 13 de maio sendo tratada em casa. Ao ficar em isolamento social por 14 dias, ela refez o exame no dia 28 do mesmo mês quando foi constatado que ela está recuperada do novo coronavírus.

Ela disse ainda que as ameaças iniciaram no dia 26 fazendo ela, o marido e suas filhas não dormirem a noite amedrontados com a situação.

“Vivi momentos difíceis com minha família e para completar fomos ameaçados. Ainda não sabemos quem é. Jogaram um papel onde nele estava escrito ‘sabemos que todos vocês estão de corona aí, vamos tacar fogo se não forem embora’. Procurei a delegacia para fazermos o BO, mas infelizmente só estão atendendo pela internet. Quando foi quinta-feira pela madrugada jogaram pedras na janela”, relatou.

A vítima também ligou para a Vigilância em Saúde comunicando o que estava acontecendo e o órgão deu a ela uma declaração de que a mesma estava recuperada da doença e apta a retornar às suas atividades obedecendo os decretos municipais.

você pode gostar também