Renan interrompe sessão de votação do impeachment

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PSDB-AL), interrompe sessão de votação do parecer pela admissibilidade do processo de impeachment de Dilma Rousseff. A sessão será retomada às 13h30 (horário de Brasília).

Até o momento, cinco senadores se pronunciaram e todos deram um voto favorável ao afastamento de Dilma: Ana Amélia (PP-RS), José Medeiros (PSD-MT), Aloysio Nunes (PSDB-SP), Marta Suplicy (PMDB-SP) e Ataídes Oliveira (PSDB-TO).

A sessão começou com 1 hora de atraso, às 10h (horário de Brasília). O presidente do Senado, Renan Calheiros, negou pedido da senadora Gleisi Hoffmann de suspender a sessão até o STF julgar o mandato de segurança do governo pedindo anulação do impeachment.

Com informações de agências

você pode gostar também