Rildo Maia critica ações do Secretário de Estado de Cultura Robério Braga

Evidenciou o protesto pacífico realizado pelas Agremiações Folclóricas Boi Bumbá Garantido e Caprichoso em defesa do Festival Folclórico de Parintins

O vereador Rildo Maia (PMDB) evidenciou o protesto pacífico realizado pelas Agremiações Folclóricas Boi Bumbá Garantido e Caprichoso em defesa do Festival Folclórico de Parintins. Dessa forma, Rildo Maia repudiou as ações do Secretário de Estado de Cultura Robério Braga em não valorizar a cultura parintinense e investir desnecessariamente no Festival de Ópera do Amazonas. A manifestação ocorreu na sessão ordinária desta segunda-feira, 02 de maio.

“O Festival Folclórico de Parintins é o carro chefe dessa cidade, com relação à movimentação financeira e ao atrativo da vinda de turistas, enfim, é um momento em que o município começa a ter movimento nas ruas e uma dinâmica maior voltada para o comércio, um momento importante na vida econômica dos parintinenses. Mas, nós temos problemas e esses problemas fizeram com que um grupo de artistas, amigos e simpatizantes do Caprichoso e do Garantido abraçassem o Bumbódromo para mostrar às autoridades que o Festival Folclórico não é só importante para Parintins, mas para o Amazonas todo. É uma festa que tomou uma dimensão de nível nacional e que representa o Estado do Amazonas no mundo a fora”, frisou.

O parlamentar falou que em 2016 o Teatro Amazonas completa 120 anos e para comemorar a data o Secretário Robério Braga vai promover festas de ópera iniciando neste mês de maio de 2016 até o ano de 2017. “Vai gastar recursos públicos para festejar os 120 anos do Teatro Amazonas. Eu não sou contra que se faça eventos, porque o Teatro Amazonas também é um dos símbolos desse Estado, mas fazer festa de agora até 2017 eu acho que chega a ser uma afronta para a população do Estado do Amazonas, que vem passando por uma situação difícil com relação a essa crise nacional, inclusive obrigando o Governador do Estado a diminuir gastos, disse.

Rildo Maia enfatizou a importância do Festival Folclórico de Parintins para o Estado do Amazonas, cultural e economicamente. Segundo ele, os bois Garantido e Caprichoso, unidos à população parintinense, vão lutar arduamente pela valorização dessa tradição e continuação das três noites de apresentação dos bumbás.

Texto: Mayara Carneiro

você pode gostar também