Rildo Maia pede que poder público trate com seriedade a educação

Para Rildo Maia a educação deve ser tratada com seriedade e com políticas públicas que garantam qualidade do ensino e aprendizado.

Em seu discurso o parlamentar do PMDB afirmou que o município, ao invés de fomentar a economia trabalha no retrocesso, demitindo e tirando recursos de Parintins.

Mayara Carneiro | CMP

[email protected]

Parintins  (AM) – O vereador Rildo Maia (PMDB) destacou que vai apresentar nas próximas sessões um Projeto de Lei que cria um Serviço Social Escolar. Rildo Maia explicou que a educação deve ser tratada com seriedade e com políticas públicas que garantam a qualidade do ensino e aprendizado dos alunos. A manifestação ocorreu na sessão ordinária desta quarta-feira, 30 de março.

“Alguns podem dizer que há Secretaria de Assistência Social, mas essas secretarias às vezes mal conseguem resolver os problemas social das pessoas que estão aí todos os dias. Por isso, devemos ressaltar que a escola e a educação precisam ser tratadas com seriedade e com políticas públicas que não deixem os alunos saírem das escolas, que garantam a qualidade no ensino”, frisou.

Maia também falou que o Brasil enfrenta três crises: política, moral e econômica. Segundo ele, essa realidade leva o país, os estados e os municípios a uma situação muito ruim. “Mas tem um agravante, porque aqueles que poderiam resolver essa crise e estar atuantes em resolver essas situações estão concentrados apenas em duas, na crise política e na moral. E a crise econômica cada vez aumenta mais. Nunca se viu na história dessa cidade tantas placas de venda ou aluga-se em frente às casas. Uma crise financeira sem precedentes, onde o desemprego aumenta a cada dia, onde os pais de família estão desesperados em busca do alimento e da qualidade de vida e não conseguem, porque o comércio vende o almoço para comprar a janta. Quem poderia socorrer o povo a essa hora era o município, a Prefeitura, mas ela faz o inverso: ao invés de fomentar a economia, ela trabalha no retrocesso, demitindo e tirando recursos de Parintins. Enfim, essas crises têm atrapalhado demais a crise financeira”, criticou.

Dessa forma, o vereador Rildo Maia enfatizou que todo esse processo de crises atrapalha principalmente a educação do povo brasileiro. Segundo ele, a evasão e a violência escolar e a desestruturação das famílias faz com que muitos alunos percam rendimento nas escolas. “Essa que deveria ser a pátria educadora pode se transformar numa pátria sem visão de futuro para uma geração que está vindo aí”, concluiu.

você pode gostar também