Saullo Vianna denuncia ações da Prefeitura de Boa Vista do Ramos durante a pandemia

Foto: Divulgação

Manaus (AM) – O deputado estadual Saullo Vianna (PTB) questionou, em forma de requerimento, na manhã desta quarta-feira (22), a Prefeitura de Boa Vista do Ramos sobre as ações recentes durante a pandemia da Covid-19. A mais grave aponta que a gestão municipal suspendeu contratos da educação do município desde abril.


“Recebi denúncia de que houve a suspensão dos contratos temporários celebrados pela Prefeitura e os profissionais da pasta de Educação, tendo sido o pagamento substituído por uma bolsa em valor inferior a um salário mínimo”, denunciou Saullo, em discurso na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

O parlamentar questionou a decisão da prefeitura, tendo em vista que não houve perda de receita no município. No requerimento de Saullo, solicita-se a justificativa da Prefeitura de Boa Vista do Ramos acerca da suspensão do pagamento e modificação dos contratos temporários de professores e profissionais de educação.

“Deve a Prefeitura, não havendo justificativa legal plausível para tal suspensão, regularizar os pagamentos pretéritos dos contratos, conforme assinados, ajustando os contratos na forma em que foram pactuados”, assegurou Saullo.

Outra denúncia, apresentada em plenário na manhã desta quarta-feira, questiona os critérios para a autorização sobre circulação de pessoas em Boa Vista do Ramos.

“Depois que o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu que Estados e municípios têm a atribuição de escolher o que seria feito localmente no combate ao Coronavírus, recebemos a denúncia de que existem prefeitos usando esta prerrogativa de forma eleitoreira. Quem é aliado, entra na cidade. Quem não é, precisa ficar em quarentena em casa, vigiado pela Vigilância Sanitária”, finalizou Saullo.

você pode gostar também