Saullo Vianna solicita espaço para artesãos da Branco e Silva na feira da Eduardo Ribeiro

Foto: Divulgação.

Manaus (AM) – Inaugurada em 1984, a antiga Central de Artesanato Branco e Silva, localizada na Avenida Mário Ypiranga Monteiro, bairro do Parque Dez, em Manaus, está desativada e os artesãos precisam se reinventar para produzir e comercializar seus produtos feitos com matéria-prima amazonense.

Foto: Divulgação.

A Central de Artesanato era um espaço onde artesãos ofereciam diversos produtos regionais, como utensílios de decoração e acessórios femininos, desenvolvidos a partir de matérias-primas, como sementes, madeiras e fibras. Atualmente, parte dos profissionais está atuando na Galeria Mais, zona sul de Manaus.

Na tentativa de oferecer mais oportunidades a esses profissionais, o deputado Saullo Vianna (PTB) propôs, por meio requerimento à Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), responsável pela feira da avenida Eduardo Ribeiro, que conceda espaço aos domingos.

A feira é popularmente conhecida e já se transformou em um ponto de visitação turística de nossa cidade.

“Com isso, estaremos aumentando a possibilidade de ser gerado mais emprego e renda no nosso Estado, e também, valorizando a classe dos artesãos”, ressaltou.

você pode gostar também