‘Se tem uma coisa que gosto é estar com o povo’, afirma Arthur Neto ao visitar feira modelo da Compensa

Entre abraços e afagos, o pré-candidato ao Senado pelo PSDB Amazonas, Arthur Virgílio Neto, teve uma recepção calorosa pelos permissionários da feira modelo da Compensa, localizada na zona Oeste da cidade, durante visita realizada na manhã desta quarta-feira (11.5). “Eu tenho muito orgulho dessa amizade, dessa familiaridade que o povo daqui me concede. Se tem uma coisa que gosto é estar com o povo”, afirmou Arthur.

 

Percorrendo todas as lojas e espaços da feira, ouvindo atentamente as demandas apresentadas pelos feirantes e as palavras de carinho com que se dirigiam a ele, o ex-prefeito Arthur Neto se mostrou feliz com a recepção. “Isso é resultado do trabalho de uma vida inteira, com muito respeito e amor de parte a parte. Costumo dizer que vendo o mesmo produto há 44 anos na mesma praça e as pessoas continuam comprando, é sinal de que o produto é bom”, disse.

 

Lembrado por um comprador que visitava a feira sobre a não recomendação para a fabricação de carros na Zona Franca de Manaus quando era senador, Arthur foi taxativo. “Fabricar carros aqui sairia por um preço absurdo. Não sou de propor nada que prejudique o Brasil e muito menos iria admitir algo que prejudique a Zona Franca, que é quem põe o pão na mesa de todos nós”, destacou.

 

Entusiasmado com a presença de Arthur Neto na feira da Compensa, o vigilante Paulo Gato contou porque é simpático ao nome do político. “Arthur Neto já foi prefeito, senador, e quando ele tava lá [no Senado] o Amazonas tinha um senador que era respeitado em todo o país. Agora, os ataques à Zona Franca estão constantes e não temos ninguém como ele para nos defender”, opinou.

 

“Mais preparado”, “experiente” e “um amazonense de força” foram alguns dos termos utilizados pelo funcionário público, Marcos Bastos, ao se dirigir ao presidente do PSDB-AM, Arthur Neto. Já o feirante Cosmo Cardoso disse “que o senhor continue sendo essa pessoa maravilhosa que é. Não mude, permaneça, o senhor é o cara. Parabéns, Arthur. É nós”, brincou.

você pode gostar também
..