Secretaria de Educação recebe abaixo-assinado de pais com 1,7 mil assinaturas pelo retorno às aulas presenciais

Pais e responsáveis de estudantes das escolas estaduais de Manaus protocolaram, nesta segunda-feira (31/08), um abaixo-assinado na sede da Secretaria de Estado de Educação e Desporto. Um grupo de cinco pais foi recebido pelo secretário em exercício, Luis Fabian Barbosa, e apresentou um documento com 1,7 mil assinaturas solicitando a volta às aulas presenciais do Ensino Fundamental e a continuidade das atividades do Ensino Médio.

Durante o encontro, os pais cobraram informações sobre a data de retorno do Ensino Fundamental, que estava previsto para o último dia 24 de agosto. Além disso, apresentaram sugestões para continuidade das aulas do Ensino Médio, que estão com atividades desde o dia 10 de agosto.

O secretário de Educação, Luis Fabian Barbosa, prestou as informações ao grupo sobre o que tem sido feito para garantir o retorno às aulas presenciais. “Temos trabalhado para garantir tudo que é necessário nas escolas. Além disso, temos um extenso trabalho pedagógico para dar suporte na sala de aula”, explicou.

A ação do grupo teve como objetivo mobilizar pais, responsáveis e funcionários das escolas para confirmar que as aulas tenham o reinício conforme o planejado pela pasta. “Nós nos mobilizamos não apenas para obter assinaturas, fizemos questão de ir até a escola em que nossos filhos estudam e ter a segurança de que é possível ter um retorno cuidadoso”, disse Augustto Radamak, que tem filhos no Instituto de Educação do Amazonas (IEA).

Hélio Nunes, pai de duas estudantes da rede estadual, afirma que a iniciativa tem ainda a preocupação com o ano letivo. “O retorno, da forma como tem sido, é essencial para o aprendizado dos alunos. Sabemos que, mesmo com as aulas on-line, existem outras dificuldades, como o acesso à internet, e por isso a aula presencial se faz tão necessária”, concluiu.

Retorno – As 107 escolas do Ensino Fundamental (anos iniciais e finais) seguem recebendo serviços de manutenção e adequações para recepcionar os alunos. Todos os ajustes visam cumprir os protocolos de segurança em saúde previstos no Plano de Retorno às Atividades Presenciais, que exige um reinício seguro para toda comunidade escolar.

você pode gostar também